Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 2 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Saúde e Educação dão tom em debate entre Lauro e republicano


Leandro Baldini
Do Diário do Grande ABC

25/10/2016 | 07:00


O segundo confronto direto entre os candidatos à Prefeitura de Diadema Lauro Michels (PV), postulante à reeleição, e Vaguinho do Conselho (PRB), representante da oposição, ocorrido ontem na Rádio Bandeirantes, manteve o tom intenso de ataques entres os rivais, mas, diferentemente do debate de sexta-feira, na Record News, as propostas foram mais destacadas.

Os setores da Saúde e Educação foram os mais citados no encontro, que durou aproximadamente uma hora. A mediação foi do jornalista Luiz Megale e o formato salientou perguntas entre os candidatos, indagação da população e de repórteres.

A Saúde foi mencionada, primeiramente, por Lauro. De maneira crítica, questionou Vaguinho sobre mudança no atendimento da maternidade, hoje instalada no Hospital Municipal, do Piraporinha, para o prédio da Rua Oriente Monti, no Centro. “Ambos os locais não são da Prefeitura (é pago aluguel pelo uso). Ao contrário do seu discurso, acarreta um enorme custo para nossa cidade”. Também em tom ofensivo, Vaguinho defendeu a mudança da maternidade, pontuando falhas na atual gestão. Citou, inclusive, que o “fraco desempenho” do setor custou a reeleição do ex-prefeito José Augusto da Silva Ramos (PSDB), na Câmara, que chefiou a Pasta por três anos e meio. “Você disse que ordena 39% do Orçamento para a Saúde. Então, é possivelmente viável trocar o local. O prédio, no Centro, já é locado pela administração.” O tema seguiu na réplica de Lauro, que defendeu sua gestão, destacando redução na mortalidade infantil.

Na Educação, Lauro provocou o rival, indagando como pretende estender o horário do funcionamento das creches, de oito para dez horas, novamente indicando estudo técnico. Vaguinho respondeu com críticas, dizendo que a grade de horário já foi utilizada na cidade. “Vamos promover o funcionamento das 7h às 17h. É possível, trazendo profissionais das faculdades do município. Outro plano nosso é não deixar mais que o atraso na entrega dos uniformes fique desta maneira”. “O candidato (Vaguinho) quer resolver tudo com uma varinha de condão. O promotor da Vara da Criança e Juventude foi favorável às oito horas de turno, porque a criança tem de ter o apelo do pai e da mãe. E não fechamos creche”, argumentou Lauro.

Nos demais setores, Vaguinho prometeu, se eleito, reduzir preço em 10% a tarifa do transporte coletivo, baixando dos atuais R$ 3,80 para R$ 3,42, além de defender rede wi-fi, colocação de profissional cobrador, além de ar-condicionado.  



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;