Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 29 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Detonautas pela paz


Dojival Filho
Do Diário do Grande ABC

04/06/2007 | 07:02


Nesta segunda-feira, pontualmente às 19h, qualquer cidadão brasileiro terá a oportunidade de demonstrar seu descontentamento em relação à criminalidade e a impunidade. Para expressar essa insatisfação, bastará um simples gesto: apagar as luzes de sua moradia por um minuto.

A proposta de convocar a população partiu do vocalista da banda de rock Detonautas, Tico Santa Cruz, que batizou a iniciativa como “apagão moral”. No horário marcado, ele comandará o protesto diretamente do programa Na Rua, exibido pela TVJB a partir das 18h, e voltado ao público juvenil. Durante a atração, será veiculado um videoclipe com imagens impactantes da violência no Brasil.

Sempre engajado em eventos que visam a conscientização dos jovens sobre a criminalidade, o cantor enfrentou o problema de perto. O assassinato de seu companheiro de grupo, o guitarrista Rodrigo Netto – vítima de uma tentativa de assalto no Rio de Janeiro – completa um ano amanhã. “É uma forma de mobilizar as pessoas, sem que seja necessário que elas saiam de casa. A gente tem dificuldade de tirar pessoas de casa para lutar pelos seus direitos, o que já não acontece quando se trata de uma festa ou um jogo de futebol”, explica o roqueiro.

Segundo ele, os sucessivos casos de corrupção noticiados pela imprensa e a falta de punição aos envolvidos, que costuma ocorrer após esses episódios, não deve ser utilizado pelo jovem como justificativa para a alienação política. “É por esse desinteresse que esses caras (políticos corruptos) continuam fazendo isso”, frisa o cantor.

No último dia 31, ele participou de um protesto em Brasília coordenado pela organização não-governamental Rio de Paz. Na ocasião, os ativistas montaram varais na Esplanada dos Ministérios, onde foram colocados 15 mil lenços brancos.

De acordo com a ONG, os lenços representaram o número de assassinatos registrados no país somente nos cinco primeiros meses deste ano.

REFLEXÃO
Para o apresentador do Na Rua, Léo Almeida, a juventude dispõe atualmente de diversas fontes de informação para entender as causas dos problemas sociais e, principalmente, combatê-las. Entretanto, ele evita generalizações a respeito da violência. “Existe aquele jovem que carrega uma arma e não teve oportunidades. Mas, também tem aquela menina, que tem instrução e mata os pais”, afirma o comunicador.

Caracterizado pela interação com os espectadores, que participam por telefone e e-mail, o Na Rua também promove debates e shows e exibe esquetes. Entre os destaques do programa, gravado ao vivo em um cenário que imita a rua, estão o seriado Garotas e o quadro Arranca Rabo, em que ocorrem disputas de beatbox, dança, grafite, entre outras manifestações artísticas.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;