Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 31 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Federação alerta para crise financeira no futebol italiano


Do Diário OnLine
Com AFP

22/10/2002 | 14:24


O futebol da Itália enfrenta uma grave crise financeira, com risco de novas falências de clubes, como a sofrida pela Fiorentina, advertiu nesta terça-feira o presidente da federação italiana, Franco Carraro, em uma entrevista a La Gazetta dello Sport.

"O futebol está gastando mais do que ganha. Ainda vamos sofrer durante dois ou três anos. É um momento de lágrimas e sangue", afirmou Carraro, 63 anos, que dirige a federação desde o final de dezembro passado.

Os 18 clubes da série A e os 20 da série B terminaram a temporada de 2001-2002 com um prejuízo acumulado de US$ 485 milhões, em comparação com os prejuízos de 323 milhões na temporada anterior, segundo um estudo publicado, também nesta terça-feira, pelo jornal econômico Il Sole 24 Ore.

A situação financeira dos três grandes clubes cotados na bolsa está longe de ser boa. O Lazio, de Roma, terminou a temporada passada, em junho, com um prejuízo de US$ 54,4 milhões, contra 15,9 milhões em 2001. O AS Roma marca um prejuízo de 8,4 milhões em 2001 e de 3,2 milhões em 2002.

Já o Juventus, de Turim, assinala um rombo de US$ 12,8 milhões, depois de ter apresentado, na temporada anterior, um lucro de 24,6 milhões.

A evolução dos salários de jogadores e técnicos é um dos grandes temas de preocupação da federação. Uma hipótese de trabalho é uma redução de 30% dos salários para os clubes da série A e de 50% para os da B, anuncia o jornal.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Federação alerta para crise financeira no futebol italiano

Do Diário OnLine
Com AFP

22/10/2002 | 14:24


O futebol da Itália enfrenta uma grave crise financeira, com risco de novas falências de clubes, como a sofrida pela Fiorentina, advertiu nesta terça-feira o presidente da federação italiana, Franco Carraro, em uma entrevista a La Gazetta dello Sport.

"O futebol está gastando mais do que ganha. Ainda vamos sofrer durante dois ou três anos. É um momento de lágrimas e sangue", afirmou Carraro, 63 anos, que dirige a federação desde o final de dezembro passado.

Os 18 clubes da série A e os 20 da série B terminaram a temporada de 2001-2002 com um prejuízo acumulado de US$ 485 milhões, em comparação com os prejuízos de 323 milhões na temporada anterior, segundo um estudo publicado, também nesta terça-feira, pelo jornal econômico Il Sole 24 Ore.

A situação financeira dos três grandes clubes cotados na bolsa está longe de ser boa. O Lazio, de Roma, terminou a temporada passada, em junho, com um prejuízo de US$ 54,4 milhões, contra 15,9 milhões em 2001. O AS Roma marca um prejuízo de 8,4 milhões em 2001 e de 3,2 milhões em 2002.

Já o Juventus, de Turim, assinala um rombo de US$ 12,8 milhões, depois de ter apresentado, na temporada anterior, um lucro de 24,6 milhões.

A evolução dos salários de jogadores e técnicos é um dos grandes temas de preocupação da federação. Uma hipótese de trabalho é uma redução de 30% dos salários para os clubes da série A e de 50% para os da B, anuncia o jornal.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;