Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 25 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Chile: gasolina tem maior alta da história e ameaça economia


Da AFP

16/06/2006 | 16:20


Motoristas chilenos terão de absorver a partir desta segunda-feira a maior alta do preço da gasolina da história do Chile, o que pode representar o início de uma onda inflacionária capaz de afetar o bom momento econômico do país.

Os preços dos tipos mais usados de gasolina aumentarão em média 0,5% em Santiago, ficando próximo de 700 pesos por litro (cerca de US$ 1,3). Em 2006, a alta acumulada da gasolina já chega a 20%.

Esse aumento de segunda-feira se somará à alta, há uma semana, de 5,6% nos preços da gasolina e de 4,8% no diesel, o que afetou diretamente o bolso de quase um milhão de motoristas de Santiago. O aumento da semana passada também afetou os pedestres, com a alta de 5,7% na passagem de ônibus, cujo valor passou para 370 pesos (US$ 0,68).

As altas, no entanto, não terminam aí, porque o aumento nos custos do transporte elevará o valor da maioria dos insumos distribuídos por via terrestre, como o pão e o leite, que fazem parte da dieta básica dos chilenos.

O aumento simultâneo do câmbio nas últimas duas semanas, quando o peso chileno se depreciou cerca de 2,4% em relação ao dólar, contribuirá para elevar o valor dos produtos importados.

Esses aumentos podem afetar diretamente as metas de inflação e crescimento projetadas para a economia chilena, segundo o economista Joseph Ramos.

Os dados da inflação de junho devem refletir estas altas, com um aumento estimado dos preços domésticos que ultrapassará 0,4% em comparação com o mesmo mês do ano passado, embora ainda dentro da meta de inflação de 3% projetada para 2006 pelo Banco Central.

Os aumentos também podem afetar o PIB (Produto Interno Bruto), que este ano terá uma expansão de 6%.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;