Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 21 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Chavez diz ter provas do envolvimento americano em golpe


Das Agências

12/05/2002 | 00:31


O presidente venezuelano, Hugo Chávez, garantiu ter provas de que militares dos Estados Unidos se reuniram com os golpistas que o tiraram do poder por 48 horas em abril. Ainda não está claro, ne entanto, se os americanos apoiaram ou não os rebeldes, disse Chávez em uma entrevista à BBC divulgada na noite deste sábado.

"Tenho por exemplo provas, provas escritas, tenho a hora em que entraram e a hora em que saíram da sede dos golpistas (a maior base de Caracas, o Forte Tiuna) dois oficiais militares dos Estados Unidos", que seriam adidos militares da embaixada americana em Caracas, garantiu Chávez na entrevista.

"Tenho seus nomes, sei com quem eles falaram, tenho inclusive provas em vídeo de sua entrada, fotografias, registros". Chávez não revelou o nome desses americanos.

Uma fonte próxima à investigação oficial do golpe revelou à Agência France Press pouco depois do golpe de abril que dois oficiais do exército americano, o coronel Ronald MacCammon e o tenente-coronel James Rodgers, estavam com os golpistas durante e até o fim do golpe de Estado que depôs Chávez da madrugada de 12 de abril até a madrugada de 14 de abril.

Tanto o departamento de Estado como a embaixada americana na Venezuela desmentiram esta versão.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;