Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 28 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Bento XVI celebra 80 anos e os primeiros dois anos como Papa


Da AFP

16/04/2007 | 12:04


Bento XVI celebra nesta segunda-feira seus 80 anos e também festeja seus dois primeiros anos de um pontificado marcado pela ausência de reformas espetaculares. Porém, centrado nas questões éticas e na preocupação com a unidade da Igreja católica.

Para comemoração, nesta segunda sai à venda seu primeiro livro escrito como Sumo Pontífice, ‘Jesus de Nazaré’, no qual segue os passos da vida de Cristo.

"O Papa está preocupado com a educação e a formação dos padres que atuam na América Latina e considera que este será um livro importante, que servirá como instrumento para formar o clero sobre a figura de Jesus", declarou um especialista em temas do Vaticano.

Para este especialista, o novo livro acompanhará o Papa Ratzinger em sua primeira viagem ao continente sul-americano (Brasil, de 9 a 14 de maio), onde vivem 50% dos cerca de um bilhão de católicos do planeta.

Os especialistas destacam a continuidade de pensamento, apesar de não de atividade, entre os papados de João Paulo II e Bento XVI, marcado por uma certa "lentidão" de ação, segundo confidenciam alguns prelados romanos protegidos pelo anonimato.

Há dois anos Bento XVI centrou progressivamente suas intervenções públicas em questões espirituais e éticas, limitando suas declarações políticas ou diplomáticas a circunstâncias excepcionais.

Inspirador de inúmeros textos de João Paulo II sobre o atual laicismo da sociedade ocidental quando era um dos mais íntimos colaboradores do falecido Papa, Joseph Ratzinger é agora um intransigente defensor da dignidade da pessoa e da vida humana, "da concepção à morte natural".

Por isso, ainda mais do que na época de seu predecessor, aborto, família, homossexualidade e eutanásia se converteram em temas de permanente enfrentamento entre a Igreja Católica e setores da sociedade civil dos países desenvolvidos, especialmente na Europa.

Em compensação, Bento XVI se aventurou pouco em questões que afetam outros setores, ao contrário de João Paulo II, cuja visão dos problemas do planeta era mais política, segundo os especialistas.

Outra preocupação do atual Pontífice é a unidade espiritual da Igreja em torno de si, o Papa.

Neste sentido, pretende publicar em breve uma carta dirigida aos católicos chineses, divididos entre uma Igreja ‘patriótica’, subordinada ao governo comunista de Pequim, e uma Igreja clandestina sob a autoridade do Vaticano.

Como prevê a tradição, o dia do aniversário do Papa será feriado para todos os funcionários administrativos do Vaticano, que, além disso, receberão um bônus de 500 euros por ocasião dessa celebração.

Nesse dia, o Papa, grande admirador da música clássica, assistirá um concerto celebrado em sua homenagem.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;