Fechar
Publicidade

Sábado, 25 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

‘Os Maias’ lança trilha sonora para encantar


João Marcos Coelho
Especial para o Diário do Grande ABC

25/01/2001 | 18:07


Co-produção é sempre difícil, pois envolve universos culturais distintos e nem sempre compatíveis. Vista por este enfoque, não só a macrossérie, mas a trilha sonora de Os Maias, que chega às lojas este fim de semana, é um triunfo. De olho nos vários públicos, daqui e d’além-mar, a Rede Globo concebeu e realizou uma trilha em níveis distintos: do lado brasileiro, seis temas sinfônicos assinados pelo regente da nova Osesp (Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo), John Neschling, que assina ainda a música de um belo fado com letra de João Mendonça cantado por Dulce Pontes. E do lado português, duas vertentes: primeiro, a aposta na boa vendagem do CD, ancorada em dois dos quatro temas do grupo Madredeus; e quatro interlúdios instrumentais à la Jaquinho Morelenbaum assinados por André Sperling. Não se sabe por que, ficaram de fora dois dos maiores hits da trilha que só os que assistem à macrossérie podem curtir: são dois trechos célebres de Tristão e Isolda, de Wagner: Liebestod e parte de um Prelúdio.

É claro que o CD vai vender bem. Principalmente, por causa de dois temas interpretados pela hipnotizante Teresa Salgueiro, de belíssima voz: O Pastor e Haja o Que Houver, ambos assinados pelo líder dos Madredeus, Pedro Ayres Magalhães. Corre por fora, entretanto, o belo Fado de Neschling e João Mendonça cantado por Dulce Pontes.

Bem, depois das considerações, digamos, comerciais, vamos à análise da música propriamente dita. E aí Neschling, maestro, arranjador e compositor que já fez trilhas no passado, dá de goleada. É verdade que ele se limita a pastiches de excelente carpintaria da música sinfônica romântica, mas sua veia melódica não é nem um pouco desprezível. Pelo contrário. O Prelúdio causa impacto, tanto que está sendo utilizado como trilha de abertura da série.

As gravações foram realizadas em 16 de dezembro passado na Sala São Paulo, e reuniu 78 dos músicos da Osesp. Destaque para solos do spalla Cláudio Cruz no Prelúdio; do sax-soprano de Nailor ‘Proveta’ Azevedo e da clarineta de Edmilson Nery em Fado; e o violão de Jarbas Barbosa no comovente Tema da Infância.

Clássicos fatiados – Na realidade, a utilização da música clássica – principalmente a do período romântico do século 19 – confere uma grandeza mítica e épica a todo tipo de cena, mesmo a mais banal. Assim, quando se quer conferir nobreza às imagens, nada melhor do que uma imponente massa sinfônica.

Stanley Kubrick, o prestigiado diretor de 2001 – Uma Odisséia no Espaço, viveu um episódio interessante que ilustra bem esta manipulação que se faz da música clássica no cinema e na TV. Ele utilizou como trilha provisória alguns temas eruditos, como a Valsa de Strauss e temas do compositor húngaro contemporâneo Gyorg Ligeti. Pois quando Alex North, emérito compositor de trilhas sonoras, mostrou-lhe sua proposta para o filme, Kubrick recusou, aboliu o intermediário e ficou com as peças clássicas.

Fatiar a música para comprimi-la e adequá-la à minutagem das cenas também é empobrecedor. É o que acontece com os trechos de Richard Wagner escolhidos para Os Maias. Tudo isso, porém, não empana o brilho nem a qualidade de uma trilha sonora que se diferencia no meio de tanto lixo que nos impõe diariamente a TV – e muitas vezes o cinema mais comercial. Vale a pena comprar o disco, começar a se encantar com Teresa e o Madredeus e terminar curtindo as incursões do maestro John Neschling como compositor.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;