Fechar
Publicidade

Domingo, 17 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Turismo

turismo@dgabc.com.br | 4435-8367

Valinhos abre em fevereiro as festas do figo e goiaba


Heloísa Cestari
Do Diário do Grande ABC

15/01/2004 | 00:17


   Cerca de 300 mil pessoas deverão visitar a cidade de Valinhos, localizada a cerca de 90 km da capital paulista, para participar da 55ª edição da tradicional Festa do Figo e da 10ª Expogoiaba, que começarão neste sábado e se estenderão até 1º de fevereiro, com exposição e venda de frutas, roteiros de agroturismo, comidas típicas da região, parque de diversões, minifazenda, desfile de cavaleiros, exposição de carros antigos, espaço para a prática de esportes radicais (escalada, arvorismo, rapel, tirolesa etc.) e bailes, entre outras atrações.

O repertório eclético da programação de shows será comandado por nomes de destaque da música nacional, com as presenças já confirmadas das bandas Catedral, KLB e CPM 22, do grupo de forró Rastapé, dos pagodeiros do Fundo de Quintal, das duplas sertanejas Edson & Hudson e Rio Negro & Solimões, e de três expoentes da época da Jovem Guarda: Renato & Seus Blue Caps, Wanderléa e Jerry Adriani.

Além dos shows especiais, haverá Baile da Velha Guarda aos domingos, às 15h, no Ginásio Municipal; e um Espaço Jovem onde DJs ditarão o ritmo da música eletrônica aos sábados e domingos, a partir das 20h.

E não é só nos palcos que o evento promete variedade para todos os gostos. Durante a exposição, além de figo, goiaba e uva, o visitante poderá conferir os sabores da manga, amora, acerola, lichia, figo-da-índia, sirigüela, carambola, pêssego, caju e outras frutas que serão comercializadas nos 80 estandes de agricultores da região.

Roteiros de agroturismo também serão oferecidos aos visitantes que estiverem dispostos a conhecer as chácaras valinhenses para acompanhar o processo de cultivo. O passeio de microônibus, com acompanhamento de monitores, custa R$ 2 e inclui visitas a plantações de figo, goiaba e uva.

A iniciativa faz parte de um grande projeto que integra o chamado Circuito das Frutas, desenvolvido pelo governo do Estado em 2002 para implementar o turismo em Valinhos e em outras oito cidades de perfil rural na região. Entre as propriedades visitadas durante a festa estão as lavouras de goiaba, sirigüela e pêra asiática do casal Teruo e Érica Kusakariba; as plantações de figo do produtor Luiz Roberto Bordrin, um dos pioneiros no agroturismo; e a chácara de Mário Scabello, que, além de cultivar uvas, fabrica vinhos e licores de várias frutas.

De acordo com o presidente da comissão organizadora do evento, Dunga Santos, os investimentos na festa chegaram a R$ 1 milhão, o que deverá movimentar até R$ 4 milhões na região durante as comemorações.

Considerada a capital do figo roxo, Valinhos teve a cultura do figo introduzida em suas terras por imigrantes italianos, no início do século passado. Hoje, a região da Grande Campinas é responsável por 85% da produção nacional da fruta, sendo que Valinhos contribui com 60% deste total, e até chega a exportar parte de sua safra para países como França, Alemanha e Canadá.

A história da goiaba no município, por sua vez, é bem mais recente: só a partir da década de 80 é que a fruta começou a ser cultivada por descendentes de japoneses, abastecendo, atualmente, 48,96% do mercado nacional.

Para a safra 2003/2004, segundo a Casa da Agricultura de Valinhos, estima-se que a produção atinja 4 milhões de caixas com 2 kg de figos e 4,2 milhões de caixas com 3 kg de goiaba, além de 1 milhão de caixas de 6 kg de uva.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;