Fechar
Publicidade

Sábado, 7 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Greenspan calcula em 50% risco de recessão nos EUA


Da AFP

17/12/2007 | 10:49


O ex-presidente do Fed (Federal Reserve, o banco central americano), Alan Greenspan, calculou em 50% os riscos de recessão na economia dos Estados Unidos.

"Afirmar se está acima ou abaixo (do percentual) é extremamente difícil", disse Greenspan em uma entrevista ao canal de televisão ABC, cujas opiniões ainda são muito consideradas pelos mercados financeiros..

"A verdadeira história é saber, levando em consideração os extraordinários problemas de crédito que estamos enfrentando, porque as probabilidades não são de 60 ou 70%", disse.

Questionado sobre os riscos de um período de estagflação - ausência de crescimento associada a uma forte inflação -, Greenspan respondeu: "Começamos a ver não a estagflação, mas sim seus primeiros sintomas".

"Os últimos 20 anos têm sido um período destacado, durante o qual (...) tivemos um período de deflação importante. Este período agora está chegando ao fim. Isto é evidente", completou.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Greenspan calcula em 50% risco de recessão nos EUA

Da AFP

17/12/2007 | 10:49


O ex-presidente do Fed (Federal Reserve, o banco central americano), Alan Greenspan, calculou em 50% os riscos de recessão na economia dos Estados Unidos.

"Afirmar se está acima ou abaixo (do percentual) é extremamente difícil", disse Greenspan em uma entrevista ao canal de televisão ABC, cujas opiniões ainda são muito consideradas pelos mercados financeiros..

"A verdadeira história é saber, levando em consideração os extraordinários problemas de crédito que estamos enfrentando, porque as probabilidades não são de 60 ou 70%", disse.

Questionado sobre os riscos de um período de estagflação - ausência de crescimento associada a uma forte inflação -, Greenspan respondeu: "Começamos a ver não a estagflação, mas sim seus primeiros sintomas".

"Os últimos 20 anos têm sido um período destacado, durante o qual (...) tivemos um período de deflação importante. Este período agora está chegando ao fim. Isto é evidente", completou.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;