Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 2 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Novo livro traz mais uma vez a história dos Beatles


Alessandro Soares
Da Redaçao

24/09/2000 | 17:06


Outubro e novembro serao os meses dedicados aos Beatles neste fim de século. No próximo dia 5, os fas e nao-iniciados terao a oportunidade de conhecer a história oficial da banda mais popular do planeta em The Beatles Anthology, livro de 368 páginas e 1,3 mil fotos, que será lançado na Europa e nos Estados Unidos, editado pela inglesa Chronicle/Apple Books. A narrativa - do começo à separaçao - é feita por John Lennon (1940-1980), Paul McCartney, 58 anos, George Harrison, 57, e Ringo Starr, 60.

Em 13 de novembro, a EMI fará o lançamento mundial, no Brasil inclusive, do CD The Best of The Beatles, uma seleçao de 27 músicas dos quatro rapazes de Liverpool que ficaram no topo das paradas de sucesso dos anos 60 nos Estados Unidos e Inglaterra. Para quem ainda nao conhece a banda, depois de tantas reediçoes e remasterizaçoes, será uma oportunidade de ouvir o som que mudou o pop mundial. O livro, ao que parece, nao deve ter uma ediçao brasileira, em virtude do alto custo dos direitos autorais. Mas pode ser adquirido nas livrarias importadoras por cerca de R$ 135.

Oficial - O tom de versao oficial desta ediçao só faz apimentar os mitos sobre a banda. No livro, os Beatles contam como foi o fim, quando John Lennon anunciou que estava deixando o grupo em 1969, mas seguraram o anúncio até 1970. Entretanto, fofocas como o dia em que a ex-mulher de Lennon, Cynthia, pegou o marido na cama com Yoko Ono e o boato anunciado por um DJ sobre a suposta morte de McCartney, que teria ocorrido em 1966, nao devem ter vez. Os editores prometem revelaçoes sobre o comportamento sexual dos Beatles e suas relaçoes com drogas, mas será a palavra dos músicos (em especial as entrevistas verborrágicas de Lennon) contra as centenas de lendas publicadas.

O revival beatlemaníaco parece nao ter fim. Somente os CDs The Beatles Anthology, lançados entre 1995 e 1996, venderam US$ 44 milhoes, mais do que foi obtido durante toda a década de 60. Ano passado, o bem-sucedido lançamento do filme e do CD Yellow Submarine também mostrou o fôlego que os Beatles ainda têm.

Este ano, as efemérides reacendem as luzes sobre a banda, mas há pouco para comemorar. O grupo completou 30 anos de separaçao no dia 10 de abril, data oficial do comunicado de Paul McCartney anunciando sua saída. John Lennon faria 60 anos no dia 9 de outubro, se, 20 anos atrás, em 8 de dezembro, nao tivesse levado um tiro fatal. Por último, Mark Chapman, o assassino de John Lennon, condenado à prisao perpétua em 1981, conquistou o direito de pedir liberdade condicional a partir do próximo ano. Sao datas que os fas nao gostariam de lembrar, mas, mesmo assim, servem de catapulta para os Beatles continuarem vendendo.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;