Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 19 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Militar seqüestra índios em barco e termina agredido


Do Diário do Grande ABC

31/08/2000 | 00:42


Passageiros do barco regional Doéthiro que ficaram reféns durante viagem no percurso Sao Gabriel da Cachoeira/Pari Cachoeira, na fronteira do Brasil com a Colômbia, disseram nesta quinta-feira que suspeitaram que estivessem sendo seqüestrados pela guerrilha colombiana. O seqüestrador é o 2º sargento do Exército, Delson Evangelista Ribeiro.

Contatados na Delegacia de Polícia de Sao Gabriel da Cachoeira, por telefone, eles disseram que conseguiram dominar o militar depois de 12 horas de seqüestro.

Mesmo assim, Delson Ribeiro ainda disparou um tiro que nao atingiu nenhum dos passageiros. O militar foi barbaramente agredido porque os passageiros, todos índios, acreditavam se tratar de um guerrilheiro ou narcotraficante.

O 2º sargento foi entregue para as autoridades militares em Sao Gabriel da Cachoeira. A suposiçao mais provável, levantada por alguns passageiros, é que o militar tenha pensado que seria trucidado pelos índios ao ver um grupo deles entrar no barco com seus terçados e flechas.

O Comando Militar da Amazônia (CMA) nao quis comentar o assunto, mais uma vez. Um militar disse ao telefone que informaçoes mais precisas nao poderiam ser prestadas porque as unidades estao envolvidas com a preparaçao da semana da paz.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;