Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 25 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Estações do Grande ABC recebem obras de drenagem

Denis Maciel/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Intervenções realizadas nas paradas Utinga e Prefeito Saladino serão concluídas neste ano


Daniel Macario
Do Diário do Grande ABC

26/08/2016 | 07:00


Com objetivo de reduzir a incidência de alagamentos em paradas ferroviárias do Grande ABC, a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) tem realizado obras de drenagem nas estações Utinga e Prefeito Saladino da Linha 10-Turquesa (Brás – Rio Grande da Serra), ambas localizadas em Santo André.

As intervenções, com investimento estimado em R$ 900 mil, acontecem em duas frentes. Na primeira, operários recuperam dois canais de drenagem. Nesta ação o objetivo é preparar os espaços das paradas para enfrentar o período de chuvas que deve se iniciar no fim do ano.

A segunda engloba a construção de uma canaleta de drenagem e de drenos profundos. Também estão sendo realizadas ações preventivas como limpeza de bueiros e das canaletas existentes.

De acordo com a CPTM, os trabalhos, iniciados no fim do primeiro semestre, devem ser concluídos em ambas as estações já no fim deste ano. A expectativa da companhia é a de que as obras mudem o cenário de constantes alagamentos nas estações da região.

Só nos dois primeiros meses deste ano, período de maior incidência de chuvas na região, o Diário noticiou por cinco vezes problemas na circulação de trens entre estações da região. Na maioria delas, o sistema ficou interrompido em média por meia hora enquanto funcionários aguardavam o volume de água nos trilhos da Linha 10-Turquesa abaixar.

Embora alguns usuários do sistema já destaquem melhorias com as intervenções, outros citam cautela com as obras. “De fato, quando chove os trens sempre param nesse trecho de Utinga e Prefeito Saladino, mas o ideal mesmo seriam eles se prevenirem e já realizar obras nas demais estações”, avalia o estudante Murilo Bezerra, 23 anos.

Vizinho do Córrego Utinga, em Santo André, o comerciante José Renato di Giovanni, 62, destaca que a atenção da companhia também deve se estender para áreas localizadas fora da estação. “Acho que eles precisam olhar com maior atenção esse córrego, pois a cada ano que passa as margens deles se afundam mais”, relata.  



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;