Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 19 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Oposiçao vence eleiçoes na Croácia e promete democracia


Do Diário do Grande ABC

04/01/2000 | 10:29


A oposiçao croata conseguiu uma grande vitória nas eleiçoes legislativas desta segunda-feira, esmagando os herdeiros nacionalistas do falecido presidente Franko Tudjman, depois de prometer a renovaçao democrática e o fim do isolamento internacional.

Este triunfo pode ter repercussoes em toda a regiao. ``Os outros partidos nacionalistas monolíticos descobrirao que se pode perder uma eleiçao'', comentou nesta terça-feira um diplomata ocidental, referindo-se a Belgrado e Sarajevo.

Menos de um mês depois da morte de Tudjman, sua Comunidade Democrática Croata (HDZ) cedeu 15 pontos com relaçao à eleiçao de 1995 e perdeu uma cômoda maioria na câmara baixa ante o avanço da aliança dos seis principais partidos da oposiçao.

Estes ganharam nas dez principais circunscriçoes, de acordo com os últimos resultados oficiais sobre 61% dos locais de votaçao. Obtiveram uma maioria de 57,07% na futura Câmara de Representantes (câmara baixa), segundo os referidos resultados parciais.

A comunidade internacional, que apóia abertamente a oposiçao, conta com sua vitória para agilizar várias questoes regionais, congeladas pela atitude nacionalista de Tudjman e seu partido.

Os ocidentais já nao assinalam os sérvios e sim os croatas da Bósnia e seus aliados de Zagreb como os principais obstáculos a uma reconstruçao da Bósnia que permita a convivência dos diversos grupos.

Os conflitos regionais registrados entre 1991 e 1995 também deixaram centenas de milhares de refugiados. O governo croata geralmente foi acusado de nao favorecer o retorno de sua minoria sérvia (mais de 200 mil) que se refugiou na Bósnia ou na Iugoslávia.

O Tribunal Penal Internacional nao esperou a morte de Tudjman para pedir uma maior cooperaçao com o novo regime. Zagreb nega-se a transmitir ao tribunal documentos que possam implicá-lo nas atrocidades cometidas contra civis sérvios, em 1995.

A queda da HDZ foi conseguida por uma coalizao heterogênea integrada pelos comunistas reformados do Partido Social Democrata e do Partido Sócioliberal Croata.

A aliança compreende também quatro partidos menores: o Partido Liberal, o Partido dos Camponeses Croatas, o Partido Popular Croata e o Partido Democrático de Istria.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;