Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 22 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Turismo

turismo@dgabc.com.br | 4435-8367

Um imenso ‘arraiá’ em Caruaru


Da AJB

16/06/2004 | 18:17


Disputando com a paraibana Campina Grande o título de maior São João do mundo, Caruaru, a cerca de 140 km de Recife, promove animados festejos que se estendem até o início de julho. Conhecida como a capital do forró, a cidade guarda um museu dedicado ao ritmo imortalizado por Luiz Gonzaga. Além do imenso Pátio do Forró, que chega a receber mais de 150 mil pessoas por noite, os foliões nordestinos dançam no Alto do Moura, bairro onde viveu Mestre Vitalino e hoje concentra uma série de restaurantes temperados pela música regional.

Bandeirinhas coloridas enfeitam casas, ruas e praças. Triângulos, zabumbas, sanfonas, pífanos e rabecas põem as alpercatas de couro para arrastar e levantar poeira do chão. À mesa, pé-de-moleque e um sem-fim de iguarias preparadas com milho, a base da gastronomia junina. Para espantar o frio da serra agreste de Caruaru, quentão e caldinhos diversos e bem apimentados, além das emblemáticas fogueiras de São João.

A farra junina caruaruense termina só no dia 3 do próximo mês. Portanto, ainda dá tempo de embarcar para a mais importante festa nordestina, quando não só a capital do forró, mas todo o Pernambuco, tornam-se um imenso e popular arraiá. Entre as principais atrações no Pátio do Forró, destaque para as apresentações de Hebert Lucena (dia 19 deste mês e 2 de julho) e Dominguinhos (dia 20).

O Alto do Moura também é recanto de forrozeiros. Depois da visita – obrigatória! – à Casa do Mestre Vitalino (pequeno museu instalado na residência do artista), a dica é rumar para um dos muitos restaurantes guarnecidos de músicos e se entregar ao bate-coxa. Entre um arrasta-pé e outro, a pedida é fartar-se com os pratos preparados com bode. A carne de sol do caprino é divina e facilmente encontrada. Regada com manteiga de garrafa e acompanhada de fina farinha, torna-se irresistível, e a dieta vai às favas. Sem problemas: o forró se encarrega de atenuar as calorias.

A maior feira livre de todo o Nordeste funciona no Parque 18 de maio. A Feira de Artesanato de Caruaru exibe, em suas centenas de barraquinhas, onde o cheiro de couro domina o olfato, toda a sorte de produtos: peças em palha, rendas, barro, xilogravuras, redes, esculturas e mais uma série de lembrancinhas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;