Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 22 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Escândalo dos jogos manipulados volta a ser investigado na Itália


Da AFP

13/04/2007 | 16:47


Começou nesta sexta-feira um novo episódio do escândalo dos jogos de resultados manipulados no Campeonato Italiano de Futebol. Um tribunal da cidade de Nápoles empreendeu uma nova investigação judicial que analisa novas suspeitas em relação à temporada 2004/2005, que motivou a suspensão de vários árbitros.

Até o momento, o caso mais importante de corrupção na história do futebol italiano havia ficado em mãos da justiça esportiva, mas as severas punições iniciais foram minimizadas posteriormente pelos recursos apresentados à Comissão de Arbitragem do Comitê Olímpico Italiano.

Ao final, apenas a Juventus foi punida com o rebaixamento para a série B (segunda divisão), com nove pontos negativos (contra os 30 que recebeu em primeira instância), enquanto Fiorentina, Reggina, o Milan e o Lazio permaneceram na elite com menos 15, 11, 8 e 3 pontos de sanção respectivamente.

O tribunal de Nápoles, encarregado da parte estritamente judicial do caso, prosseguiu nos últimos meses com a investigação, concluída na quinta-feira e que acusa 48 pessoas, das quais 21 são consideradas suspeitas de associação para cometer fraudes esportivas.

Entre os investigados pelo tribunal de Nápoles estão alguns destacados dirigentes, como Luciano Moggi e Antonio Giraudo da Juventus, assim como 25 árbitros e assistentes, 18 dos quais estão trabalhando nesta temporada.

A Associação italiana de árbitros decidiu quinta-feira substituir dois árbitros e dois assistentes que deveriam participar neste final de semana de partidas da Série B.

A Messina, atualmente na penúltima colocação da Série A e que não tinha sido implicada até o momento, aparece agora como suspeita, ao ser incluída na lista de seu ex-diretor esportivo Mariano Fabiani.

O número de jogos suspeitos de serem manipulados era, em princípio, 19, mas a dúvida se estende agora a 40, com o que o escândalo poderá ser ainda maior ao que se acreditava.

A investigação de Nápoles alude também a decisões muito duvidosas de pênaltis e impedimentos, que beneficiaram os clubes condenados por corrupção.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;