Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 18 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Indonésia diz que está 'avaliando acontecimentos'


Do Diário OnLine

12/10/2001 | 05:00


Com protestos explodindo nas ruas e grupos radicais islâmicos prometendo expulsar americanos e britânicos do país, a presidente da Indonésia, Megawati Sukarnoputri, resolveu se manifestar publicamente nesta sexta, depois de um longo silêncio. Mas foi evasiva. "O governo tem sido cobrado de uma atititude sobre a situação. Então nós continuaremos monitorando e avaliando os acontecimentos futuros", limitou-se a dizer, segundo relatou a agência Reuters.

A Indonésia é o maior país muçulmano do mundo, e abriga grupos extremistas que inclusive manteriam ligações com a Al Qaeda, a rede terrorista liderada pelo saudita Osama Bin Laden.

Desde o início da ofensiva militar anglo-americana ao Afeganistão, no domingo, milhares de pessoas têm saído às ruas para protestar. Já houve choques com a polícia e na manhã desta sexta uma bomba explodiu na filial da rede de fast-food americana KFC.

Logo após o atentado terrorista contra Washington e Nova York, que nesta quinta completou um mês, Megawati manifestou seu apoio à 'campanha global' anunciada pelos EUA contra o terrorismo. Nesta sexta, ela garantiu que o parlamento está a seu lado na decisão, mas a insatisfação popular parece ter obrigado a presidente a manter-se silenciosa sobre os bombardeios ao Afeganistão.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;