Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 21 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Audiência do 'Domingo Legal' cai após farsa do PCC


Do Diário OnLine

29/09/2003 | 11:55


A audiência do programa Domingo Legal, do SBT, caiu neste domingo. A atração, apresentada por Gugu Liberato, teve sua imagem 'arranhada' após a apresentação, em 7 de setembro, de uma entrevista forjada com dois homens encapuzados que se diziam membros do Primeiro Comando da Capital (PCC) e faziam ameaças a várias personalidades.

Por causa da farsa, o programa foi impedido de ir ao ar no dia 21 deste mês. A audiência média do programa deste domingo ficou em 16 pontos no Ibope — cada ponto equivale a 48,5 mil televisores ligados na região metropolitana de São Paulo. No mesmo horário, a TV Globo teve 25 pontos no Ibope.

O apresentador não fez menção explícita ao caso, mas afirmou ter recebido muitos e-mails e cartas de apoio e agradeceu. Ele citou como algumas das pessoas que enviaram mensagens de solidariedade: o governador da Paraíba, Cássio Cunha Lima (PSDB); os senadores Aloizio Mercadante (PT-SP) e Marcelo Crivella (PL-RJ); o empresário Ivan Zurita, da Nestlé; e o publicitário Duda Mendonça, responsável pelo marketing do governo Luiz Inácio Lula da Silva.

Prisão - O inquérito instaurado pela Polícia Civil para apurar a falsa matéria foi encerrado na quinta-feira, com o depoimento de Gugu, que voltou a negar que soubesse de seu conteúdo. Cinco pessoas foram indiciadas no caso. Rogério Casagrande e o jornalista Wagner Maffezoli, no artigo 16 da Lei de Imprensa, além do produtor Amilton Tadeu dos Santos ('Barney') e os atores que se passaram por bandidos, por apologia ao crime.

Na sexta-feira foi pedida à Justiça a prisão preventiva de ‘Barney’, suspeito de ter ameaçado o ator Carlinhos Rocha, testemunha no inquérito sobre a reportagem forjada. A decisão se o pedido será ou não acatado sai nesta segunda-feira.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;