Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 3 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Filmes brasileiros lotam sessões no Festival de Sundance


Do Diário OnLine

16/01/2003 | 14:50


Os filmes brasileiros Ônibus 174, Madame Satã e Benjamin estão com as entradas praticamente esgotadas, para as sessões do Festival de Cinema de Sundance, que começa nesta quinta, nos Estados Unidos, segundo as informações da BBC.

O festival é um dos mais importantes do mundo para as produções independentes. O evento já revelou nomes como Quentin Tarantino, de Pulp Fiction – Tempo de Violência, Steven Soderbergh, de Traffic e Kevin Smith, de Dogma. Neste ano, cerca de 20 mil pessoas devem assistir aos 210 longas.

Segundo o diretor do documentário Ônibus 174, José Padilha, o evento é uma vitrine para os filmes independentes conseguirem um espaço para a distribuição. “Diretores e outros profissionais estão sempre preocupados em vender seus filmes para os produtores e as distribuidoras”, declarou Padilha, à BBC Brasil.

No entanto, o diretor destaca a importância do evento, para conhecer o trabalho dos outros profissionais.

Ônibus 174 conta a história do seqüestro de um ônibus, o 174, de uma linha do Rio de Janeiro, há três anos. O caso acabou com a morte do assaltante, ex-jovem infrator da Febem, e da professora Geisa Firmo Gonçalves, pela polícia.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Filmes brasileiros lotam sessões no Festival de Sundance

Do Diário OnLine

16/01/2003 | 14:50


Os filmes brasileiros Ônibus 174, Madame Satã e Benjamin estão com as entradas praticamente esgotadas, para as sessões do Festival de Cinema de Sundance, que começa nesta quinta, nos Estados Unidos, segundo as informações da BBC.

O festival é um dos mais importantes do mundo para as produções independentes. O evento já revelou nomes como Quentin Tarantino, de Pulp Fiction – Tempo de Violência, Steven Soderbergh, de Traffic e Kevin Smith, de Dogma. Neste ano, cerca de 20 mil pessoas devem assistir aos 210 longas.

Segundo o diretor do documentário Ônibus 174, José Padilha, o evento é uma vitrine para os filmes independentes conseguirem um espaço para a distribuição. “Diretores e outros profissionais estão sempre preocupados em vender seus filmes para os produtores e as distribuidoras”, declarou Padilha, à BBC Brasil.

No entanto, o diretor destaca a importância do evento, para conhecer o trabalho dos outros profissionais.

Ônibus 174 conta a história do seqüestro de um ônibus, o 174, de uma linha do Rio de Janeiro, há três anos. O caso acabou com a morte do assaltante, ex-jovem infrator da Febem, e da professora Geisa Firmo Gonçalves, pela polícia.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;