Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 22 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

PTB filiará defensor dos aposentados


Juliana de Sordi Gattone
Do Diário do Grande ABC

26/06/2007 | 07:00


Um dos fundadores do PT, o presidente da Cobap (Confederação Brasileira dos Aposentados, Pensionistas e Idosos), Benedito Marcílio, está deixando o PHS e preparando as malas rumo ao PTB. Ele diz ter aceito o convite feito pelo presidente estadual e secretário nacional da legenda, o deputado estadual Campos Machado.

Ao contar que tomou a decisão no fim de semana, Marcílio se apressa em esclarecer: “Não sou candidato”. No entanto, caso seja convocado pela legenda a disputar a Câmara Municipal no próximo ano, não esconde o perfil político: “Quem está na chuva é para se molhar”.

O novo petebista passará a ser oficialmente filiado no próximo dia 12, durante encontro do partido, quando também passará a fazer parte da direção provisória estadual.

Ao levar Marcílio para a legenda, o PTB firmou o compromisso de abraçar as causas em prol dos aposentados, categoria representada pelo político. “É uma aliança de frente parlamentar em defesa dos direitos dos aposentados e idosos do Brasil.”

Ele revela que a intenção é eleger um vereador em cada cidade do Grande ABC que tenha alinhamento com a causa.

Segundo Marcílio, os aposentados estão carentes de representação em todas as instâncias do Legislativo. “Queremos deputados estaduais, federais e vereadores que possam defender a classe.”

Nesse sentido, ele faz elogios ao deputado federal Arnaldo Faria de Sá, “que é grande batalhador em defesa dos aposentados no Congresso”.

Mas explica que, embora tenham o apoio de parlamentares, a Cobap não tem como vincular o movimento ao Congresso. “Nós precisamos muito de referencial dos interesses, como a luta pela isenção ou desconto em impostos, na passagem de transporte público, na saúde pública, habitação e para um estatuto. Tem muita coisa em comum que depende de ação política.”

O presidente da Cobap tem intenção de criar uma fundação dos idosos e aposentados dentro do partido. “Isso vai fortalecer muito a nossa luta.”

O político começou o trabalho com aposentados em 1973, quando criou uma associação especial para o grupo, ligada ao Sindicato dos Metalúrgicos. Em 1981, como deputado federal, criou a lei que instituiu 24 de janeiro como o Dia Nacional do Aposentado. Em 1983, quando se aposentou, assumiu a participação em movimentos pelos direitos dos idosos e ajudou a criar a Fapesp (Federação dos Aposentados e Pensionistas do Estado de São Paulo).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;