Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 15 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Volantes namoram vaga no Corinthians


Eduardo Merli
Do Diário do Grande ABC

13/06/2001 | 00:11


Os volantes Marcos Senna e Pereira passaram um 12 de junho de expectativa no Corinthians. Os dois, que namoram a vaga no meio-campo de André Luís, suspenso com o terceiro cartão amarelo, esperavam terça na reapresentação dos jogadores no Parque São Jorge, uma pista do técnico Wanderley Luxemburgo para ver quem seria o titular para o segundo jogo das finais da Copa do Brasil contra o Grêmio. Mas o técnico manteve o suspense. Conversou por um hora com os jogadores, realizou apenas um treino físico e disse que a definição da vaga só sai na sexta-feira após o coletivo.

“Temos dois jogadores à diposição: o Pereira e o Marcos Senna. Os dois têm características iguais. Portanto, a escolha será feita em cima daquele que for melhor nos treinamentos”, afirmou Luxemburgo, que desmentiu qualquer preferência. “Já coloquei tanto o Pereira quanto o Marcos no lugar do André, e só na minha cabeça está a definição”.

Para conquistar o coração do chefe, o jovem Pereira promete empenho. “É importante dar o meu máximo nos treinamentos para que ganhe esta chance”. Marcos Senna disse que quem entrar fará um bom trabalho, mas deixa claro que ficará chateado se não atuou. “Todo atleta quer jogar, eu não fujo à regra”, disse o volante, que contra o Grêmio pode fazer sua segunda decisão de campeonato pelo Corinthians como titular.

Paixão antiga – Terça, o técnico Wanderley Luxemburgo não quis comentar sobre a entrada de Luiz Felipe Scolari no cargo do qual foi demitido em outubro do ano passado. “Vou falar sobre o Grêmio, sobre nossa decisão. Estamos concentrados na Copa do Brasil”, disse o técnico. Quando foi indagado por uma emissora de TV se o assunto o chateava, o ex-técnico da seleção foi direto. “Não, você é que é chato.”

Já os jogadores procuravam seguir o discurso imposto pela comissão técnica. Marcelinho mostrou-se animado. “É um grande treinador e eu, como qualquer atleta do Brasil, tenho expectativa quanto à lista de convocados de amanhã (quarta)”, afirmou o pé de anjo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Volantes namoram vaga no Corinthians

Eduardo Merli
Do Diário do Grande ABC

13/06/2001 | 00:11


Os volantes Marcos Senna e Pereira passaram um 12 de junho de expectativa no Corinthians. Os dois, que namoram a vaga no meio-campo de André Luís, suspenso com o terceiro cartão amarelo, esperavam terça na reapresentação dos jogadores no Parque São Jorge, uma pista do técnico Wanderley Luxemburgo para ver quem seria o titular para o segundo jogo das finais da Copa do Brasil contra o Grêmio. Mas o técnico manteve o suspense. Conversou por um hora com os jogadores, realizou apenas um treino físico e disse que a definição da vaga só sai na sexta-feira após o coletivo.

“Temos dois jogadores à diposição: o Pereira e o Marcos Senna. Os dois têm características iguais. Portanto, a escolha será feita em cima daquele que for melhor nos treinamentos”, afirmou Luxemburgo, que desmentiu qualquer preferência. “Já coloquei tanto o Pereira quanto o Marcos no lugar do André, e só na minha cabeça está a definição”.

Para conquistar o coração do chefe, o jovem Pereira promete empenho. “É importante dar o meu máximo nos treinamentos para que ganhe esta chance”. Marcos Senna disse que quem entrar fará um bom trabalho, mas deixa claro que ficará chateado se não atuou. “Todo atleta quer jogar, eu não fujo à regra”, disse o volante, que contra o Grêmio pode fazer sua segunda decisão de campeonato pelo Corinthians como titular.

Paixão antiga – Terça, o técnico Wanderley Luxemburgo não quis comentar sobre a entrada de Luiz Felipe Scolari no cargo do qual foi demitido em outubro do ano passado. “Vou falar sobre o Grêmio, sobre nossa decisão. Estamos concentrados na Copa do Brasil”, disse o técnico. Quando foi indagado por uma emissora de TV se o assunto o chateava, o ex-técnico da seleção foi direto. “Não, você é que é chato.”

Já os jogadores procuravam seguir o discurso imposto pela comissão técnica. Marcelinho mostrou-se animado. “É um grande treinador e eu, como qualquer atleta do Brasil, tenho expectativa quanto à lista de convocados de amanhã (quarta)”, afirmou o pé de anjo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;