Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 19 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Governo federal cria 'auxílio-gás'


Do Diário OnLine

05/12/2001 | 17:55


O governo federal anunciou nesta quarta-feira a criação do auxílio-gás, que destinará R$ 7,00 a famílias com renda per capita inferior a meio salário mínimo. Estima-se que cerca de nove milhões de famílias sejam beneficiadas com o programa, que tem o objetivo de garantir o poder de compra do gás de cozinhas às famílias de baixa renda.

A decisão de criar o auxílio-gás foi tomada com a finalidade de substituir a subvenção, que será extinta no próximo ano, assim que for aprovada a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) dos Combustíveis.

O auxílio será pago pela Caixa Econômica Federal e por meio de um cartão magnético. O governo pretende gastar em 2002 cerca de R$ 800 milhões com o auxílio-gás. A atual ajuda para a compra do gás de cozinha rende ao governo por ano cerca de R$ 2 bilhões.

A proposta deverá ser encaminhada ao Congresso Nacional em forma de projeto de lei. Atualmente, um botijão de 13 quilos contendo gás de cozinha tem o valor médio de R$ 20.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Governo federal cria 'auxílio-gás'

Do Diário OnLine

05/12/2001 | 17:55


O governo federal anunciou nesta quarta-feira a criação do auxílio-gás, que destinará R$ 7,00 a famílias com renda per capita inferior a meio salário mínimo. Estima-se que cerca de nove milhões de famílias sejam beneficiadas com o programa, que tem o objetivo de garantir o poder de compra do gás de cozinhas às famílias de baixa renda.

A decisão de criar o auxílio-gás foi tomada com a finalidade de substituir a subvenção, que será extinta no próximo ano, assim que for aprovada a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) dos Combustíveis.

O auxílio será pago pela Caixa Econômica Federal e por meio de um cartão magnético. O governo pretende gastar em 2002 cerca de R$ 800 milhões com o auxílio-gás. A atual ajuda para a compra do gás de cozinha rende ao governo por ano cerca de R$ 2 bilhões.

A proposta deverá ser encaminhada ao Congresso Nacional em forma de projeto de lei. Atualmente, um botijão de 13 quilos contendo gás de cozinha tem o valor médio de R$ 20.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;