Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Enterro de família de Diadema reúne 200


Andrea Catao Maziero
e Valéria Cabrera
Da Redaçao

24/01/1999 | 18:22


Mais de 200 parentes e amigos estiveram presentes neste domingo ao enterro dos cinco integrantes de uma única família de Diadema que morreu em um acidente de carro em Minas Gerais na madrugada de sábado no Km 10 da BR-135, na regiao de Montes Claros. A família foi enterrada no Cemitério Municipal de Diadema sob o clima de desespero e emoçao. Três pessoas chegaram a desmaiar e entraram em crise nervosa.

O acidente aconteceu quando o Logus da família se chocou com o caminhao Mercedes Benz, de placa BSR-8071, de Araxá. A família retornava de Taiobeiras quando o veículo entrou na mao contrária de direçao e bateu de frente com o caminhao.

O aposentado Celsino Ribeiro da Silva, 58 anos, sua mulher, a dona de casa Gildete Terezinha dos Santos, 50, e os três filhos - o químico Hércules Ribeiro da Silva, 20, a cabeleireira Rosemeire da Silva, 18, e o estudante Charles Ribeiro da Silva, 12 - morreram na hora. O motorista do caminhao, Paulo José Maximiliano, 56 anos, nao sofreu nenhum ferimento.

Durante o velório, uma afilhada do casal, que nao quis se identificar, teve de ser retirada da sala onde os corpos estavam, após desmaiar. Mais tarde, disse que nao havia suportado a emoçao de ver toda a família morta. Segundo a amiga Regina Aparecida Cardoso, ela estava sob calmantes. "É muito triste uma família inteira morrer de um acidente trágico como esse. Ela era muito apegada a eles", disse Regina.

O aposentado Roberto Rodrigues Pereira, cunhado de Celsino, informou que a família nao se conforma com o desastre. "Parece mentira tudo o que aconteceu. Só depois de os caixoes terem chegado aqui é que eu fui me dar conta de que essa tragédia é verdadeira."

Roberto foi a primeira pessoa a receber a notícia do acidente. Na madrugada do desastre, ele estava tomando conta da casa de Celsino enquanto toda a família viajava. Segundo ele, o cunhado temia que, pela casa estar vazia, pudesse ocorrer algum furto.

Imigrantes - Beatriz Regis Tavares, 39 anos, e seu filho Lucas, 8, feridos no acidente que aconteceu na manha de sábado no Km 18 da rodovia dos Imigrantes, em Diadema, continuam internados em observaçao no Hospital Sao Cristóvao, em Sao Paulo. Segundo informaçoes divulgadas pelo hospital, o estado de saúde dos dois é estavél, e eles nao correm risco de vida.

O acidente aconteceu quando um carro que trafegava sentido Santos/Sao Paulo atravessou o canteiro central da rodovia e atingiu quatro veículos da pista contrária. Quatro pessoas morreram, três que estavam no carro que causou o acidente, e o médico Luís Eduardo Furquim Tavares, 56 anos, marido de Beatriz.

Mais um acidente - O mensageiro José Airton Freire Figueiredo, 25 anos, morreu neste domingo ao capotar a moto no km 17 da rodovia dos Imigrantes, em Diadema. O acidente ocorreu por volta das 2h, quando Figueiredo trafegava com a moto Honda NX de placa CKS-659, de Diadema, sentido Santos/Sao Paulo.

De acordo com o boletim de ocorrência 496, registrado no DP sede de Diadema, o motoqueiro perdeu o controle da moto e capotou. Nenhum outro veículo se envolveu com o acidente. O corpo do mensageiro caiu na terceira faixa da via e a moto foi jogada no acostamento.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;