Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 27 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Vivendi escolhe novo presidente nesta quarta


Das Agências

03/07/2002 | 10:57


O conselho administrativo do segundo grupo mundial de comunicação, Vivendi Universal (VU), se reúne nesta quarta-feira à tarde em Paris para escolher o sucessor de seu demissionário presidente francês Jean-Marie Messier, em um ambiente de crescentes suspeitas sobre a regularidade das contas da empresa.

O francês Jean-René Fourtou é o favorito à sucessão de Messier e pode ser encarregado da complicada tarefa de tirar o grupo da crise. A princípios dos anos 90, sua gestão permitiu a recuperação do grupo químico francês Rhône-Poulenc e sua posterior privatização.

A Vivendi encontra-se atualmente no olho do furacão, devido à importante dúvidas sobre sua capacidade de pagar sua dívida, à brusca queda da cotação de suas ações na Bolsa de Valores e às incertezas sobre sua estratégia.

Terça-feira, dia em que Messier anunciou oficialmente sua renúncia, a ação da Vivendi Universal perdeu 25,52%, a 17,80 euros, Na Bolsa de Paris. Nesta quarta-feira, a ação continua caindo. Nesta manhã, a Vivendi Universal cedia 14,04%, a 15,22 euros.

Desde segunda-feira passada, a VU sofreu dois duros golpes: as duas principais agências de classificação financeira, Moody's y Standard and Poor's, rebaixaram suas notas a longo prazo e o jornal Le Monde revelou que o grupo tentou manipular suas contas de 2001, o que colocou em dúvida a regularidade de suas contas.

Neste contexto, a imprensa francesa também revelou que Messier está negociando uma proteção penal contra eventuais querelas judiciais na França e nos Estados Unidos.

Além disso, o Wall Street Journal revelou que Messier poderia obter uma indenização de US$ 18 milhões por sua renúncia ao cargo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;