Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 27 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Ceará desbanca Flamengo e ganha no Engenhão



06/05/2011 | 00:15


Com direito a vaias da torcida para o astro Ronaldinho Gaúcho, caiu por terra a invencibilidade do Flamengo no ano, que já durava 24 jogos. Na noite desta quinta-feira, o time carioca recebeu o Ceará no Engenhão e perdeu por 2 a 1, ficando em situação complicada no confronto das quartas de final da Copa do Brasil.

Campeão carioca por antecipação, o Flamengo precisará agora ganhar por dois gols de diferença no jogo de volta, na próxima quarta-feira, no Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza, para avançar na Copa do Brasil. Já o Ceará, depois da grande vitória no Engenhão, depende apenas de um empate em casa para se classificar.

"As vaias foram para o time todo. O torcedor tem o direito de não ficar satisfeito quando a vitória não vem. As coisas ficaram mais difíceis agora", lamentou Ronaldinho Gaúcho, que, apesar dos protestos da torcida flamenguista, não teve atuação tão desastrosa, mas não soube ser decisivo quando necessário.

Foi um jogo movimentado na primeira etapa, apesar das poucas oportunidades de gol. Aos nove minutos, Ronaldinho Gaúcho obrigou Fernando Henrique a fazer boa defesa em cobrança de falta. Marcelo Nicácio respondeu da mesma forma, acertando a trave do goleiro Felipe aos 12 - seria apenas um ensaio para o que viria mais tarde.

O Flamengo até que dominava a posse de bola, mas pouco criava no ataque. Assim, foi o Ceará quem marcou primeiro. Aos 43 minutos, Marcelo Nicácio, em posição muito próxima da cobrança que acertou a trave, bateu outra falta, desta vez no canto esquerdo de Felipe, que caminhava para a direita e sofreu o gol no contrapé.

"Dominamos o jogo. Eles esperaram o contra-ataque e fizeram o gol de bola parada. Agora é apertar ainda mais para reverter o placar", avaliou Ronaldinho Gaúcho no intervalo. O Flamengo voltou para o segundo tempo disposto a isso, ao desperdiçar boa chance de empatar com Thiago Neves, em bola que parou na trave.

Mas foi o Ceará quem ampliou. Em uma dividida com a zaga flamenguista, a bola tocou na mão de Geraldo e, com isso, ele acabou deixando para trás Welinton e Renato. Aí, só teve o trabalho de tocar no canto de Felipe: 2 a 0. O técnico Vanderlei Luxemburgo, então, lançou o atacante Wanderley, que foi decisivo.

Foi justamente de Wanderley o gol de Flamengo, marcado aos 30 minutos. Mas a reação flamenguista parou por aí, definindo o placar de 2 a 1. Assim, o bonde do Mengão que andava sem freio foi parado pela "carroça desembestada", como batizou seu time um bem humorado torcedor do Ceará na arquibancada do Engenhão.

FICHA TÉCNICA:

Flamengo 1 x 2 Ceará

Flamengo - Felipe; Galhardo (Diego Maurício); Welinton, Ronaldo Angelim e Rodrigo Alvim (Fierro); Willians, Renato, Bottinelli e Thiago Neves; Ronaldinho Gaúcho e Deivid (Wanderley). Técnico - Vanderlei Luxemburgo.

Ceará - Fernando Henrique; Boiadeiro, Fabrício, Erivélton e Vicente; Eusébio, João Marcos, Thiago Humberto (Murilo) e Geraldo; Iarley (Osvaldo) e Marcelo Nicácio (Washington). Técnico - Vagner Mancini.

Gols - Marcelo Nicácio, aos 43 do primeiro tempo; Geraldo, aos 20, e Wanderley, aos 30 minutos do segundo tempo.

Árbitro - Marcos André Gomes da Penha (ES).

Cartão amarelo - Geraldo, Fernando Henrique.

Renda - Não disponível.

Público - 14.711 pagantes.

Local - Estádio Engenhão, no Rio.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;