Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 27 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Beleza Pura quer gente com samba no pé


Verônica Fraidenraich
Do Diário do Grande ABC

26/01/2006 | 08:09


Interessados em desfilar no Carnaval de Santo André ainda têm chances. A escola de samba Beleza Pura, da Vila Linda, aceita candidatos com samba no pé. Para se inscrever, é só aparecer nos ensaios na quadra do Centro Comunitário Bela Vista II, às sextas e aos sábados à noite. “Aceitamos homens, mulheres e crianças e não precisa pagar nada pela fantasia”, diz Vicente Carlos Rodrigues da Silva, presidente da agremiação.

Para este ano, a escola quer mostrar as qualidades do Brasil e do brasileiro – na cultura, no esporte e quanto à geografia. “Não queremos criticar, mas mostrar que apesar do sofrimento, tem muita coisa boa no país”, explica o presidente Silva. A confecção das fantasias começou em outubro e cerca de 80% do trabalho já foi finalizado. Os carros alegóricos estão na fase de montagem das ferragens e a idéia é terminar tudo pelo menos dois dias antes do início do Carnaval. A escola abre os desfiles do dia 26, domingo.

Acostumada a sair como destaque nos carros alegóricos, Tuany Maria Correia, 16 anos, optou, neste ano, por desfilar na bateria. Há nove anos sambando pela Beleza Pura, ela não vê a hora de tocar tamborim na avenida. “Acho mais legal sair na alas dos instrumentos”. Já Vitória Roberta Mota da Silva, 4 anos, ainda não tem a experiência da colega, mas segue o mesmo caminho. Sairá, pela segunda vez, como Miss Simpatia Mirim. Junto à Vitória, outro sambista mirim promete arrasar na ala infantil, que terá 25 participantes. Victor Carlos Mota da Silva, 11 anos, ao ser solicitado pela reportagem para dar uma canja do desfile, se ajoelha e faz uma reverência com o braço, típica de mestre-sala. Filho do presidente da escola, o garoto, que é portador da Síndrome de Down, diz estar animado. “Vamos ser campeões”.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Beleza Pura quer gente com samba no pé

Verônica Fraidenraich
Do Diário do Grande ABC

26/01/2006 | 08:09


Interessados em desfilar no Carnaval de Santo André ainda têm chances. A escola de samba Beleza Pura, da Vila Linda, aceita candidatos com samba no pé. Para se inscrever, é só aparecer nos ensaios na quadra do Centro Comunitário Bela Vista II, às sextas e aos sábados à noite. “Aceitamos homens, mulheres e crianças e não precisa pagar nada pela fantasia”, diz Vicente Carlos Rodrigues da Silva, presidente da agremiação.

Para este ano, a escola quer mostrar as qualidades do Brasil e do brasileiro – na cultura, no esporte e quanto à geografia. “Não queremos criticar, mas mostrar que apesar do sofrimento, tem muita coisa boa no país”, explica o presidente Silva. A confecção das fantasias começou em outubro e cerca de 80% do trabalho já foi finalizado. Os carros alegóricos estão na fase de montagem das ferragens e a idéia é terminar tudo pelo menos dois dias antes do início do Carnaval. A escola abre os desfiles do dia 26, domingo.

Acostumada a sair como destaque nos carros alegóricos, Tuany Maria Correia, 16 anos, optou, neste ano, por desfilar na bateria. Há nove anos sambando pela Beleza Pura, ela não vê a hora de tocar tamborim na avenida. “Acho mais legal sair na alas dos instrumentos”. Já Vitória Roberta Mota da Silva, 4 anos, ainda não tem a experiência da colega, mas segue o mesmo caminho. Sairá, pela segunda vez, como Miss Simpatia Mirim. Junto à Vitória, outro sambista mirim promete arrasar na ala infantil, que terá 25 participantes. Victor Carlos Mota da Silva, 11 anos, ao ser solicitado pela reportagem para dar uma canja do desfile, se ajoelha e faz uma reverência com o braço, típica de mestre-sala. Filho do presidente da escola, o garoto, que é portador da Síndrome de Down, diz estar animado. “Vamos ser campeões”.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;