Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 1 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Metroviários decidem manter greve nesta 3ª


Do Diário OnLine

26/06/2001 | 00:16


Os metroviários de São Paulo decidiram manter a greve iniciada na madrugada desta segunda-feira. A decisão, segundo o presidente do sindicato da categoria, Onofre Gonçalves de Jesus, foi "unânime". Os trabalhadores fizeram uma contraproposta ao Metrô, que só aceita negociar com o fim da paralisação.

Nesta tarde, o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) julgou a paralisação "abusiva, rebelde e ousada" e estipulou uma multa diária de R$ 100 mil caso ela fosse mantida. A penalidade só não teria efeito se os metroviários retomassem as atividades até as 22h.

A categoria reivindica 7,74% de reajuste salarial, 4,14% de produtividade e 7,86% de reposição da inflação referente ao período entre 1999 e 2000. O Metrô, que oferecia aumento de 6%, resolveu acatar a decisão do TRT e conceder reajuste de 7%. Porém, nessa condição o adicional noturno seria reduzido de 50% para 20% e a hora extra, de 100% para 50%.

Para o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, os causadores da greve "são uma minoria radical, que aposta no caos, que não cumpre as leis, que prejudica a população". Segundo ele, o "governo irá agir com absoluta firmeza" contra os manifestantes.

Cerca de 2,7 milhões de pessoas foram prejudicadas pela paralisação. Por essa razão, o tráfego de veículos foi intenso durante todo o dia. Às 9h, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) registrou 129 quilômetros de lentidão nos principais corredores de trânsito. Às 19h, o índice de congestionamento chegou a 146 quilômetros. Em dias normais, esse número fica entre 80 e 85 quilômetros.

O rodízio municipal de veículos foi suspenso na capital paulista. A Zona Azul e as faixas solidárias também foram liberadas para todos os carros. Também por causa da greve, as composições da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM ) não estão parando nas estações Itaquera e Tatuapé, na zona Leste, onde é realizada a baldeação com o Metrô. As medidas também serão adotadas nesta terça-feira caso os metroviários não voltem ao trabalho.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;