Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 30 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Oficializado pelo PT, Della Bella evita falar sobre aliança com Edgar

Denis Maciel/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Leandro Baldini

04/08/2016 | 07:00


O presidente do PT de São Caetano, Márcio Della Bella, teve o nome homologado ontem para a disputa ao Palácio da Cerâmica em outubro. O ato foi realizado na Câmara e contou com a tímida presença de aproximadamente 100 pessoas. O projeto denominado ‘Frente Democrática’ conta com a adesão do PCdoB e do PDT. Os comunistas, inclusive, indicaram o posto de vice, ocupado por Marcel Ferraz Camilo, ex-empresário do ginasta Arthur Zanetti. Foram apresentados também os 20 candidatos que buscarão cadeiras no Legislativo. Os nomes mais conhecidos são dos dois ex-vereadores Vera Severiano (PT) e Edgar Nóbrega (PDT).

Della Bella evitou falar sobre ter Edgar no quadro de candidatos que pedirão votos a ele. Em 2012, o hoje pedetista liderava o PT ao Paço, mas renunciou ao posto após ser flagrado em vídeo pedindo ‘mensalinho’ a integrantes da Prefeitura. “Não escolhemos o PDT por causa do Edgar. Discutimos com o partido apoio, sem ver nomes. Queríamos formar coalizão de esquerda. (Ter Edgar) Não era um fator”, pontuou.

Presente no ato, o ex-vereador enfatizou discurso de união. “Minha trajetória no PT chegou ao fim. Hoje, estou feliz no PDT, que também defende ala de esquerda e com atuação na Educação. Espero que esse projeto na cidade prospere.”

Pela primeira vez em uma disputa eleitoral, Della Bella minimizou histórico desfavorável do PT na cidade, que jamais venceu uma disputa pelo Paço. “Em 2004, conseguimos liderar uma boa empreitada e faltou pouco. Acredito que temos condição de levar esse discurso novamente, principalmente porque os nossos rivais representam um mesmo projeto”, acrescentou o dirigente.

A convenção petista foi marcada pela baixa adesão. Havia expectativa da presença do prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho (PT), e do deputado estadual Luiz Turco. No entanto, apenas o parlamentar Teonílio Barba (PT) compareceu.  



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;