Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Cartazes alertam para área de assaltos

Denis Maciel/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Moradores do Jd. Guapituba espalharam avisos pelo bairro; Diário denunciou o problema há uma semana


Vanessa de Oliveira
Do Diário do Grande ABC

30/07/2016 | 07:00


No Jardim Guapituba, em Mauá, cartazes sobre os frequentes roubos no bairro, conforme noticiado pelo Diário há uma semana, estão por toda a parte. Os 500 avisos fixados em postes apontando as áreas onde os crimes acontecem foram colocados pelos moradores para chamar a atenção das autoridades policiais.

Os alertas pedem que as vítimas façam boletim de ocorrência online, através do site www.ssp.sp.gov.br/nbo. O endereço registra casos de roubos, desde que não ocorram danos, lesão corporal ou morte. Não são aceitas ocorrências de roubos a estabelecimento comercial ou bancário, a residência e subtração de carga. Nesses casos, somente no DP (Distrito Policial).

A pressão da reportagem publicada no dia 23, aliada à mobilização dos munícipes, parece estar surtindo efeito, com a presença de viaturas da PM (Polícia Militar) patrulhando a área. Na terça-feira, o prefeito esteve no bairro em reunião de pré-campanha e os moradores aproveitaram para colocar a falta de segurança em pauta. No dia seguinte, base da GCM (Guarda Civil Municipal) esteve no local e tem circulado nos últimos dias. Ontem, enquanto a equipe do Diário entrevistava os moradores, tanto a base, quanto veículo de Patrulha Ambiental, passaram na área.

Apesar de a situação proporcionar maior sensação de segurança, os munícipes ainda não estão satisfeitos por completo. “A base da GCM tem ficado meio período e não fica todos os dias. A gente espera algo mais fixo”, falou o engenheiro eletricista Ivan Rodrigues Souza, 37 anos.

“Moro no bairro há 36 anos. Antigamente, podíamos ficar na rua, conversando com os amigos, hoje, se ficamos, não sabemos o que pode acontecer, vivemos assustados”, disse a aposentada Josefa Maria da Silva, 72.

Caso haja percepção de redução do patrulhamento, os moradores revelam estar munidos com mais instrumentos para clamarem por segurança contínua: outros 500 cartazes e cinco faixas estão prontas para serem colocados.

A Prefeitura de Mauá informou que está prevista, para os próximos dias, reunião entre o comando da PM, Polícia Civil e GCM com moradores do bairro, e foi ampliado o número de rondas preventivas em horários diversos.  



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;