Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Pinheiro celebra simbolismo depois de fechar chapa com PTB

André Henriques/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Depois de escolher Salgado para dobrada, prefeito
de S.Caetano lembra de trajetória na sigla petebista


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

28/07/2016 | 07:00


O prefeito de São Caetano, Paulo Pinheiro (PMDB), considerou “simbólica” a indicação do PTB para sua vice – o vereador petebista Jorge Salgado ocupará o posto para a eleição de outubro. O peemedebista, aliás, acredita que a legenda estará unida em torno de seu projeto de reeleição ao comando do Palácio da Cerâmica.

Em entrevista ao Diário, Pinheiro lembrou da saga que teve em 2011 para ser o prefeiturável pelo PTB. À época, foi preterido pela então assessora especial Regina Maura Zetone (hoje no PSDB), em indicação direta do ex-prefeito José Auricchio Júnior (PSDB).

“O PTB tem história longa na cidade, governou por quase 30 anos (ciclo que se encerrou em 2012, com a vitória de Pinheiro sobre Regina). Traz simbolismo e resgata de certa maneira minha história no PTB. Quando pleiteava ser candidato a prefeito queria sair pelo PTB. Fiquei até o último momento para ver se me indicavam, se davam uma luz que sairia candidato por lá. Saí do PTB chateado”, recordou o hoje peemedebista.

Novo presidente do PTB em São Caetano, Salgado assegurou que a divisão interna foi sanada e que a legenda como um todo estará engajada na campanha de Pinheiro. Antes da intervenção estadual, havia alas petebistas que defendiam caminhar ao lado de Auricchio e outras que viam com bons olhos candidatura solo do ex-assessor político Pádua Tortorello (PTB).

“O partido está coeso. Claro que em democracias você tem opiniões diversas. Mas chegamos a um consenso do que é o melhor para São Caetano. Ontem (terça-feira), inclusive, tivemos uma reunião no PTB e o doutor Pádua e o Paulo Bottura (vereador e presidente da Câmara) definiram que vão apoiar o Paulo Pinheiro. Esse (Pinheiro como representante do grupo governista) sempre foi um sonho do Luiz Tortorello (prefeito de São Caetano por três vezes, morto em 2004). Tanto que a família Tortorello está com o Paulo”, citou Jorge Salgado.

O nome a vice do bloco governista, aliás, teceu críticas a Auricchio. Segundo ele, a atual administração é mais “transparente” e “ouve a população”. “O candidato (Auricchio) não fez gestão como Tortorello deixou, tanto que desarrumou o que estava arrumado em seu segundo mandato. Acredito que se estivesse vivo, o Tortorello jamais deixaria o Auricchio buscar o segundo mandato”, disparou Salgado.

Pinheiro novamente citou os restos a pagar herdados pela gestão anterior, apontando o deficit como inviabilizador de programas para o município. “Ele (Auricchio) sabe a situação que ele deixou. Não quero tê-lo como exemplo de administrador.” 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;