Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 20 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Não há problema em abrir mão, diz Ronaldo

Denis Maciel/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

PRB sinaliza que nome de Rautenberg entra na disputa majoritária caso diálogos não avancem


Fabio Martins
Do Diário do Grande ABC

07/07/2016 | 07:00


Dirigente da Câmara de Santo André, o presidente municipal do PRB, bispo Ronaldo de Castro, reconheceu ontem proposta de possível acordo eleitoral à sucessão do prefeito Carlos Grana (PT) no pleito de outubro. “Não temos problema em abrir mão de candidatura”, afirmou, referindo-se a tratativas sobre frear empreitada solo ao Paço, hoje com o também vereador Roberto Rautenberg, e dar apoio a outro projeto majoritário. O republicano ponderou, entretanto, que eventual aliança apenas sai do campo das conversas se a legenda obtiver, por exemplo, abertura para indicação do nome a vice na chapa. “Existe chance de composição, mas desde que sejamos contemplados.”

Interlocutores do PRB têm dito, nos bastidores, que Rautenberg entra na disputa à Prefeitura caso os
diálogos não avancem no sentido de garantia de acomodação por parte dos aliados. Ronaldo relatou que vem sendo procurado por lideranças da cidade. “Há debate em torno de compor, só que estamos preparados, com partido montado. Ele (Rautenberg) saiu do PTB e ingressou no PRB para ser candidato a prefeito”, reforçou. Recentemente, o dirigente descartou qualquer hipótese de o recém-filiado – o parlamentar assinou ficha no fim de março – recuar do plano e ser candidato a vereador. Isso porque esse cenário poderia comprometer a representatividade por cadeira no Legislativo.

O PRB estaria mais próximo ao PT em adesão à reeleição do Grana. Por outro lado, mantém discussão estreita com o ex-prefeito Aidan Ravin (PSB) e o parlamentar Ailton Lima (SD), ambos também pleiteantes ao governo municipal. Nenhum dos três definiu companheiro de dobrada.

“Estamos ouvindo os projetos do Grana, Aidan, Ailton, Paulinho Serra (PSDB), Fabio Picarelli (DEM). Aprofundando conversas e estudando cenário, benefícios à cidade”, desconversou, ao ser questionado em relação a qual projeto estaria atrativo para a sigla. “(Negociação) Passa (ainda) por agregar nossos pré-candidatos (ao Paço e à vereança), que não podem ficar desemparados.”
Tendo em vista o período apertado da legislação eleitoral, Ronaldo de Castro sustentou que a decisão aparecerá em “no máximo 15 dias”. “É o prazo que temos, duas semanas, quando o panorama (eleitoral) também ficará mais claro”. Outra definição pendente é referente à participação do ex-deputado estadual José Bittencourt (PRB), colocado como pré-candidato a vice na chapa. A cúpula da legenda se reúne todas às quintas-feiras para deliberação de pautas locais.
Rautenberg não foi localizado para falar sobre o caso.
(Colaborou Leandro Baldini) 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;