Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 13 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Supercombo é atração em Santo André

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Dona de sucessos como ‘Amianto’ e
‘Piloto Automático’, banda faz show no Sesc


Vinícius Castelli
Do Diário do Grande ABC

22/06/2016 | 04:50


Quando foi lançada, parte do disco Amianto, de 2014, a canção Piloto Automático tomou conta das rádios. Por detrás dela está a banda Supercombo que, após passar por palcos de diversas partes do Brasil, inclusive no programa da Globo Superstar, chega a Santo André. O quinteto se apresenta na sexta, às 21h, e sábado, às 20h, no palco do Teatro do Sesc. Os bilhetes podem ser comprados no local e custam de R$ 6 a R$ 20.
Formada em Vitória, Espírito Santo, a banda também tem ligação com a região. Sua contrabaixista, Carol Navarro, é de Santo André. Além dela, o grupo conta com Léo Ramos (voz e guitarra), Pedro Ramos (guitarra e voz), Paulo Vaz (teclado e efeitos) e Raul de Paula (bateria).
Com temperos que fazem boa mistura de rock e pop, o Supercombo encerra a turnê de Amianto e se prepara para lançar no fim de julho seu próximo disco de estúdio, Rogério. Animada por voltar à sua cidade, Carol diz ao Diário que esses shows ainda fazem parte “desse encerramento para um novo ciclo. Tocamos músicas dos discos Amianto e Sal Grosso e umas ‘palhinhas’ de faixas mais antigas”, diz ela. E a artista garante que os dois shows serão diferentes. “O jeito, as brincadeiras, as firulas que fazemos nunca são iguais. Quem for nos dois shows pode esperar dois momentos distintos, com certeza.”
Já as novas composições, só depois do lançamento do disco. Segundo Carol, a banda ainda quer deixar a galera na ‘expectativa’. “Fazer mais suspense até o álbum ser lançado de fato. Mas o pessoal já pode ouvir Lentes, que é uma canção que fizemos com a participação da Negra Li”, adianta.
Carol está no cenário musical desde pequena. Participou por anos da banda Lipstick. A música começou a ouvir dentro de casa, ao lado do irmão. Já o contrabaixo surgiu em suas mãos quando tinha 17. Agora, aos 30, colhe os frutos de muito esforço. “Sinceramente não achei que estaria onde estou agora, mas também nunca me vi fazendo outra coisa. Sou muito feliz por tudo que venho conquistando”, encerra. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Supercombo é atração em Santo André

Dona de sucessos como ‘Amianto’ e
‘Piloto Automático’, banda faz show no Sesc

Vinícius Castelli
Do Diário do Grande ABC

22/06/2016 | 04:50


Quando foi lançada, parte do disco Amianto, de 2014, a canção Piloto Automático tomou conta das rádios. Por detrás dela está a banda Supercombo que, após passar por palcos de diversas partes do Brasil, inclusive no programa da Globo Superstar, chega a Santo André. O quinteto se apresenta na sexta, às 21h, e sábado, às 20h, no palco do Teatro do Sesc. Os bilhetes podem ser comprados no local e custam de R$ 6 a R$ 20.
Formada em Vitória, Espírito Santo, a banda também tem ligação com a região. Sua contrabaixista, Carol Navarro, é de Santo André. Além dela, o grupo conta com Léo Ramos (voz e guitarra), Pedro Ramos (guitarra e voz), Paulo Vaz (teclado e efeitos) e Raul de Paula (bateria).
Com temperos que fazem boa mistura de rock e pop, o Supercombo encerra a turnê de Amianto e se prepara para lançar no fim de julho seu próximo disco de estúdio, Rogério. Animada por voltar à sua cidade, Carol diz ao Diário que esses shows ainda fazem parte “desse encerramento para um novo ciclo. Tocamos músicas dos discos Amianto e Sal Grosso e umas ‘palhinhas’ de faixas mais antigas”, diz ela. E a artista garante que os dois shows serão diferentes. “O jeito, as brincadeiras, as firulas que fazemos nunca são iguais. Quem for nos dois shows pode esperar dois momentos distintos, com certeza.”
Já as novas composições, só depois do lançamento do disco. Segundo Carol, a banda ainda quer deixar a galera na ‘expectativa’. “Fazer mais suspense até o álbum ser lançado de fato. Mas o pessoal já pode ouvir Lentes, que é uma canção que fizemos com a participação da Negra Li”, adianta.
Carol está no cenário musical desde pequena. Participou por anos da banda Lipstick. A música começou a ouvir dentro de casa, ao lado do irmão. Já o contrabaixo surgiu em suas mãos quando tinha 17. Agora, aos 30, colhe os frutos de muito esforço. “Sinceramente não achei que estaria onde estou agora, mas também nunca me vi fazendo outra coisa. Sou muito feliz por tudo que venho conquistando”, encerra. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;