Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 22 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Inverno começa hoje e promete ser mais frio que em anos anteriores

Claudinei Plaza/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Natália Fernandjes
Do Diário do Grande ABC

20/06/2016 | 07:00


As temperaturas baixas da última semana criaram expectativa para um inverno mais rigoroso neste ano na Capital e no Grande ABC. No entanto, a estação mais fria do ano, que começa hoje, às 19h34, estará dentro da normalidade, conforme a previsão meteorológica. As temperaturas mínimas devem variar em torno de 11°C a 13°C, enquanto as máximas prometem estacionar entre 22°C e 24°C.

Conforme explica a meteorologista do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) Neide Oliveira, o inverno dos dois últimos anos foi atípico, com temperaturas máximas acima da média para o período, o que fez com que a população “esquecesse o frio”. “As pessoas desacostumaram com o inverno normal, com temperaturas mais baixas. Isso porque, em 2015, os termômetros chegaram a registrar máxima entre 23°C e 26°C.”

Ainda sob influência do fenômeno climático El Niño, a estação do ano, que segue até setembro, poderá registrar tanto massas de ar frio, que costumam derrubar as mínimas, quanto as massas de ar quente, capazes de elevar os termômetros. “Será um período seco e ameno, com pouca incidência de chuva”, destaca a especialista.

A previsão para hoje é de mínima de 12°C e máxima de 15°C.

 

OUTONO FRIO

Os últimos dias de outono foram gelados. O Grande ABC registrou, na madrugada de 13 de junho, a temperatura mais baixa do ano: 3,5°C. Conforme medição da Defesa Civil de Santo André, o registro das temperaturas começou a ser feito em 2011 e, desde então, o menor índice foi observado em agosto de 2012: 1,2°C.

A Capital registrou 3°C, a menor temperatura para o mês de junho em 22 anos, segundo o Inmet. Em consequência, cinco moradores de rua morreram.

No Sul do País a situação é ainda pior. Florianópolis, em Santa Catarina, registrou 0,6°C na madrugada do dia 12, a temperatura mais baixa desde a instalação da estação meteorológica mais antiga da cidade, há 115 anos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Inverno começa hoje e promete ser mais frio que em anos anteriores

Natália Fernandjes
Do Diário do Grande ABC

20/06/2016 | 07:00


As temperaturas baixas da última semana criaram expectativa para um inverno mais rigoroso neste ano na Capital e no Grande ABC. No entanto, a estação mais fria do ano, que começa hoje, às 19h34, estará dentro da normalidade, conforme a previsão meteorológica. As temperaturas mínimas devem variar em torno de 11°C a 13°C, enquanto as máximas prometem estacionar entre 22°C e 24°C.

Conforme explica a meteorologista do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) Neide Oliveira, o inverno dos dois últimos anos foi atípico, com temperaturas máximas acima da média para o período, o que fez com que a população “esquecesse o frio”. “As pessoas desacostumaram com o inverno normal, com temperaturas mais baixas. Isso porque, em 2015, os termômetros chegaram a registrar máxima entre 23°C e 26°C.”

Ainda sob influência do fenômeno climático El Niño, a estação do ano, que segue até setembro, poderá registrar tanto massas de ar frio, que costumam derrubar as mínimas, quanto as massas de ar quente, capazes de elevar os termômetros. “Será um período seco e ameno, com pouca incidência de chuva”, destaca a especialista.

A previsão para hoje é de mínima de 12°C e máxima de 15°C.

 

OUTONO FRIO

Os últimos dias de outono foram gelados. O Grande ABC registrou, na madrugada de 13 de junho, a temperatura mais baixa do ano: 3,5°C. Conforme medição da Defesa Civil de Santo André, o registro das temperaturas começou a ser feito em 2011 e, desde então, o menor índice foi observado em agosto de 2012: 1,2°C.

A Capital registrou 3°C, a menor temperatura para o mês de junho em 22 anos, segundo o Inmet. Em consequência, cinco moradores de rua morreram.

No Sul do País a situação é ainda pior. Florianópolis, em Santa Catarina, registrou 0,6°C na madrugada do dia 12, a temperatura mais baixa desde a instalação da estação meteorológica mais antiga da cidade, há 115 anos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;