Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 19 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Leilão de portos do Pará em junho ofertará só 1 dos 6 terminais previstos



03/06/2016 | 16:54


O governo decidiu manter o leilão de áreas portuárias no Pará no dia 10 de junho, mas leiloará só um dos seis lotes originalmente previstos: a área destinada à construção de um terminal de fertilizantes em Santarém. Os outros cinco (um em Santarém, um em Barcarena e três em Outeiro) foram retirados do leilão para "aguardar a consolidação de alternativas logísticas de escoamento pelo Arco Norte que já vêm sendo adotadas pelo setor privado, como a utilização de Terminais de Uso Privado (TUPs)", segundo informou o Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil. "Neste período, a modelagem dos editais poderá ser reavaliada com o objetivo de tornar a concessão mais atrativa e adequada à demanda."

A decisão foi tomada um dia depois que o ministro da pasta, Maurício Quintella Lessa, passou o dia reunido com potenciais concessionários para sondar as chances de sucesso do leilão. Segundo o ministério, os empresários se mostraram interessados nos empreendimentos, mas disseram que o momento não é o mais adequado para o leilão, devido a perdas no setor agrícola e ao quadro econômico ainda instável.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Leilão de portos do Pará em junho ofertará só 1 dos 6 terminais previstos


03/06/2016 | 16:54


O governo decidiu manter o leilão de áreas portuárias no Pará no dia 10 de junho, mas leiloará só um dos seis lotes originalmente previstos: a área destinada à construção de um terminal de fertilizantes em Santarém. Os outros cinco (um em Santarém, um em Barcarena e três em Outeiro) foram retirados do leilão para "aguardar a consolidação de alternativas logísticas de escoamento pelo Arco Norte que já vêm sendo adotadas pelo setor privado, como a utilização de Terminais de Uso Privado (TUPs)", segundo informou o Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil. "Neste período, a modelagem dos editais poderá ser reavaliada com o objetivo de tornar a concessão mais atrativa e adequada à demanda."

A decisão foi tomada um dia depois que o ministro da pasta, Maurício Quintella Lessa, passou o dia reunido com potenciais concessionários para sondar as chances de sucesso do leilão. Segundo o ministério, os empresários se mostraram interessados nos empreendimentos, mas disseram que o momento não é o mais adequado para o leilão, devido a perdas no setor agrícola e ao quadro econômico ainda instável.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;