Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 20 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

diarinho@dgabc.com.br | 4435-8396

Uma pessoa é capaz de explodir de tanto comer?

 João Miguel/Rede Globo/Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Estômago pode aumentar ou diminuir para receber alimentos


Luís Felipe Soares

22/05/2016 | 07:07


Não é possível haver a explosão de um corpo por causa de muita comida ingerida. Mas há registros médicos raros que mostram casos de algumas pessoas que comeram muito e em pouco tempo, fazendo com que seus estômagos simplesmente se rompessem. Se um indivíduo comer em grande quantidade, o corpo aumenta de tamanho (por causa do acúmulo de gordura) e, pode ser, que não caiba em tamanhos comuns de roupas.

É preciso lembrar que o estômago tem a habilidade de aumentar ou diminuir de acordo com a quantidade de alimento ingerida, como se fosse uma sanfona. A capacidade desse órgão pode variar de 20 a 30 vezes o peso de cada pessoa. Para ser ter uma ideia, alguém com 40 quilos suporta entre 800 e 1.200 ml (mililitros) por refeição. 

O estômago faz parte de todo um sistema digestivo ainda formado por órgãos como esôfago, intestino delgado e ânus, que trabalha para manter todo o organismo em bom funcionamento. Quando passamos do limite de comida que cabe na barriga, pode haver a sensação de que tudo está voltando pela garganta, dando origem a um refluxo. Ficar de olho nesse tipo de problema é importante para evitar complicações de saúde mais sérias no futuro.<EM>

Um caso da ficção que ilustra a questão de podermos (ou não) explodir se comermos muito é o de Dona Redonda, popular personagem que marcou época na novela Saramandaia – originalmente exibida nos anos 1970 e que teve nova versão na TV em 2013. No capítulo em questão da última vez que o programa foi ao ar, ela devora toda a comida de sua festa de aniversário, passa mal e explode no meio da rua.

Fernanda Soares, 8 anos, São Bernardo, não imaginava que comer e ingerir líquidos ao mesmo tempo pode inchar o estômago. "Sempre como tomando suco ou refrigerante junto”, comentou a menina.

Consultoria de Deborah Ascar Requena Perez, doutora responsável pelo setor de internação pediátrica do Hospital Assunção, de São Bernardo. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Uma pessoa é capaz de explodir de tanto comer?

Estômago pode aumentar ou diminuir para receber alimentos

Luís Felipe Soares

22/05/2016 | 07:07


Não é possível haver a explosão de um corpo por causa de muita comida ingerida. Mas há registros médicos raros que mostram casos de algumas pessoas que comeram muito e em pouco tempo, fazendo com que seus estômagos simplesmente se rompessem. Se um indivíduo comer em grande quantidade, o corpo aumenta de tamanho (por causa do acúmulo de gordura) e, pode ser, que não caiba em tamanhos comuns de roupas.

É preciso lembrar que o estômago tem a habilidade de aumentar ou diminuir de acordo com a quantidade de alimento ingerida, como se fosse uma sanfona. A capacidade desse órgão pode variar de 20 a 30 vezes o peso de cada pessoa. Para ser ter uma ideia, alguém com 40 quilos suporta entre 800 e 1.200 ml (mililitros) por refeição. 

O estômago faz parte de todo um sistema digestivo ainda formado por órgãos como esôfago, intestino delgado e ânus, que trabalha para manter todo o organismo em bom funcionamento. Quando passamos do limite de comida que cabe na barriga, pode haver a sensação de que tudo está voltando pela garganta, dando origem a um refluxo. Ficar de olho nesse tipo de problema é importante para evitar complicações de saúde mais sérias no futuro.<EM>

Um caso da ficção que ilustra a questão de podermos (ou não) explodir se comermos muito é o de Dona Redonda, popular personagem que marcou época na novela Saramandaia – originalmente exibida nos anos 1970 e que teve nova versão na TV em 2013. No capítulo em questão da última vez que o programa foi ao ar, ela devora toda a comida de sua festa de aniversário, passa mal e explode no meio da rua.

Fernanda Soares, 8 anos, São Bernardo, não imaginava que comer e ingerir líquidos ao mesmo tempo pode inchar o estômago. "Sempre como tomando suco ou refrigerante junto”, comentou a menina.

Consultoria de Deborah Ascar Requena Perez, doutora responsável pelo setor de internação pediátrica do Hospital Assunção, de São Bernardo. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;