Fechar
Publicidade

Sábado, 8 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Carlos Hamilton será criador de políticas macroeconômicas



17/05/2016 | 09:38


No cargo de secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Carlos Hamilton será o formulador das políticas macroeconômicas que vão fundamentar as ações do governo federal, segundo explicou o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles nesta terça-feira, 16.

Meirelles fez questão de afirmar que foi encarregado pelo presidente em exercício Michel Temer de ser o "coordenador" da política econômica, responsável por falar em economia e propondo as medidas. "Ele vai dar a base para a ação", afirmou.

O ministro disse que a ideia é que haja uma base de avaliação de comportamento das despesas públicas com precisão. Ele repetiu o seu mantra: "vamos devagar que eu estou com pressa". Meirelles disse que é preciso ir com rapidez, mas de forma eficaz.

Demais atribuições

Escolhido para a nova secretaria de Previdência Social, o economista Marcelo Caetano vai formular uma política de Previdência Social para o País. Segundo o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, o economista Mansueto Almeida, à frente da Secretaria de Acompanhamento Econômico (SEAE), vai focar a sua atividade no diagnóstico das despesas públicas.

Segundo ele, a SEAE vai cuidar de atividades na área de competitividade e microeconomia, mas o foco principal é uma análise detalhada das despesas públicas que vai dar o fundamento para as medias que serão tomadas gradualmente.

"Vamos fazer um diagnóstico preciso e correto e tomar medidas que sejam eficazes e não tenham que ser revertidas", afirmou. Ele enfatizou que vai fazer uma análise detalhada e profunda das despesas.

Rachid e Ladeira

Ao anunciar os nomes que farão parte da equipe econômica, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, elogiou o secretário da Receita Federal, Jorge Rachid. "Rachid continua secretário da Receita Federal, que é um profissional de grande competência e respeito", disse com um largo sorriso no rosto.

O ministro também afirmou que irá manter o secretário do Tesouro Nacional, Otávio Ladeira. "No momento, o Otávio Ladeira continua na secretaria do Tesouro, assim como os demais secretários da Fazenda", afirmou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Carlos Hamilton será criador de políticas macroeconômicas


17/05/2016 | 09:38


No cargo de secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Carlos Hamilton será o formulador das políticas macroeconômicas que vão fundamentar as ações do governo federal, segundo explicou o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles nesta terça-feira, 16.

Meirelles fez questão de afirmar que foi encarregado pelo presidente em exercício Michel Temer de ser o "coordenador" da política econômica, responsável por falar em economia e propondo as medidas. "Ele vai dar a base para a ação", afirmou.

O ministro disse que a ideia é que haja uma base de avaliação de comportamento das despesas públicas com precisão. Ele repetiu o seu mantra: "vamos devagar que eu estou com pressa". Meirelles disse que é preciso ir com rapidez, mas de forma eficaz.

Demais atribuições

Escolhido para a nova secretaria de Previdência Social, o economista Marcelo Caetano vai formular uma política de Previdência Social para o País. Segundo o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, o economista Mansueto Almeida, à frente da Secretaria de Acompanhamento Econômico (SEAE), vai focar a sua atividade no diagnóstico das despesas públicas.

Segundo ele, a SEAE vai cuidar de atividades na área de competitividade e microeconomia, mas o foco principal é uma análise detalhada das despesas públicas que vai dar o fundamento para as medias que serão tomadas gradualmente.

"Vamos fazer um diagnóstico preciso e correto e tomar medidas que sejam eficazes e não tenham que ser revertidas", afirmou. Ele enfatizou que vai fazer uma análise detalhada e profunda das despesas.

Rachid e Ladeira

Ao anunciar os nomes que farão parte da equipe econômica, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, elogiou o secretário da Receita Federal, Jorge Rachid. "Rachid continua secretário da Receita Federal, que é um profissional de grande competência e respeito", disse com um largo sorriso no rosto.

O ministro também afirmou que irá manter o secretário do Tesouro Nacional, Otávio Ladeira. "No momento, o Otávio Ladeira continua na secretaria do Tesouro, assim como os demais secretários da Fazenda", afirmou.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;