Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 28 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

CEU Silvina abre as portas hoje, cinco anos após o previsto

Denis Maciel/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Unidade educacional de São Bernardo atenderá inicialmente 101 crianças da Educação Infantil, sendo que a capacidade é de 1.292


Natália Fernandjes
Do Diário do Grande ABC

14/05/2016 | 07:00


Com cinco anos de atraso, o CEU (Centro Educacional Unificado) do Jardim Silvina, em São Bernardo, finalmente será inaugurado hoje. O equipamento, no entanto, abre as portas incompleto, já que atenderá apenas 101 alunos da Educação Infantil (zero a 5 anos) a partir de segunda-feira. A capacidade total da unidade, de 1.292 alunos, incluindo estudantes do Ensino Fundamental (1º ao 5º ano) e de qualificação profissional, só será alcançada a partir do próximo ano.

O município é, dentre as sete cidades, o que amarga título de detentor da maior fila de espera por vagas em creche: cerca de 4.600 crianças com idade entre zero e 3 anos.

Construídos aos moldes das unidades da Capital, os CEUs foram programados para oferecer tanto conteúdo educacional quanto esportivo, cultural e de lazer para toda a comunidade onde estão inseridos. No entanto, em São Bernardo, as atividades ainda ficam restritas ao uso pedagógico. A unidade denominada Luíza Maria de Farias, por exemplo, só terá teatro a partir do fim do ano.

O equipamento educacional demandou investimento de R$ 21,7 milhões no total, 25,4% maior que o previsto inicialmente. De acordo com a lei número 8.666, conhecida como Lei de Licitações, os aditamentos não podem ultrapassar 25% dos custos originais.

O atraso na entrega do CEU Silvina é resultado de diversos problemas no decorrer da obra. Além de precisar de adequação ao projeto executivo, a construção, sob responsabilidade da H. Guedes Engenharia, ficou parada por quase um ano.

A cidade conta com outros dois CEUs: Três Marias, no bairro Cooperativa, aberto em agosto de 2012 e com custo de R$ 26,8 milhões; e o CEU Parque Havaí, inaugurado em setembro de 2014, com três anos de atraso e R$ 7,8 milhões em recursos, 23% mais que o previsto, todos exclusivos ao uso educacional.

Já a construção do CEU Alvarenga, reivindicação da comunidade em plenárias do OP (Orçamento Participativo) 2013/2014, segue na promessa. Embora a administração tenha removido, há cerca de oito meses, 11 famílias que residiam na área onde será erguida a unidade, nenhuma intervenção foi realizada até o momento. Conforme a Prefeitura, o projeto executivo já foi concluído e aguarda abertura de linha de financiamento junto ao governo federal para viabilizar a execução das obras. Quando estiver concluída, a unidade vai atender cerca de 2.600 alunos. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;