Fechar
Publicidade

Domingo, 8 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Tocha olímpica inova e desce toboágua de oito metros

Bradesco/Gaspar Nóbrega Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Daniel Macário
Do Diário do Grande ABC

07/05/2016 | 07:00


No penúltimo dia da viagem pelo Estado de Goiás, a tocha olímpica passou por um desafio e tanto em sua visita à cidade de Caldas Novas, conhecida por ser o paraíso das águas quentes. Conduzida pelo recreador e professor de dança Leonardo Ala, 21 anos, o símbolo desceu um toboágua de oito metros em um famoso parque aquático do município.

“Treinei mais de 300 vezes essa descida durante o último mês. Fui com roupa e outra vez só de sunga para ver a melhor forma de ela (tocha) não apagar”, relata Ala.

A descida pelo toboágua de 24 metros de comprimento durou menos de dez segundos, mas deixou todo o público da cidade aflito. “Fiquei torcendo para quando ele chegasse no final não deixasse ela apagar”, relata a bancária Ruth Pimenta Lopes, 27 anos.

A tocha, que ontem já havia passado pelas cidades de Trindade, Aparecida de Goiânia, Piracanjuba e Morrinhos, chegou pontualmente às 20h em Caldas Novas. Aproximadamente 500 pessoas aguardavam em frente ao diRoma Acqua Park, ponto de partida do símbolo olímpico pela cidade.

De lá, seguiu para o Centro, onde percorreu outros pontos famosos, como a igreja matriz. Dentre os condutores mais ansiosos estava Fernando Bueno Nishimura, 36. Deficiente intelectual, o condutor foi um dos selecionados pelo Bradesco, patrocinador dos Jogos Olímpicos, para fazer a passagem da tocha.

“Minha mãe me inscreveu e quando soube que iria participar fiquei sem palavras. Sempre amei esportes”, conta, emocionado, Nishimura.

O encerramento da passagem da tocha olímpica pela cidade ocorreu por volta das 22h. A estimativa da organização é que mais de 1.500 pessoas acompanharam a visita pela cidade.

Hoje, o símbolo se despede do solo goiano ao passar pelos municípios de Pires do Rio, Ipameri e Goiandira, quando segue para o segundo Estado brasileiro a receber o símbolo, Minas Gerais – o início foi no Distrito Federal.
A tocha olímpica também marcará presença no Grande ABC no dia 23 de julho. A primeira cidade a recebê-la será São Caetano. Depois, passará por Santo André antes de chegar a São Bernardo, onde pernoitará antes de seguir para São Paulo. 

Cidade goiana se mobiliza durante passagem do símbolo dos Jogos

A passagem da tocha olímpica por Caldas Novas mobilizou a cidade durante todo o dia de ontem. Embora acostumados por ser um dos pontos turísticos mais visitados do Estado de Goiás, moradores aguardaram com ansiedade a passagem do símbolo que representa os Jogos.

“Desde o início da semana estava aguardando por isso. Todos que vinham no meu comércio já comentavam sobre a passagem da tocha. O pessoal parava para ver os banners informativos. Isso vai ficar para a história”, relata o vendedor Rubens Roberto Duarte, 37 anos.

Para o ciclista Joberson Ribeira Lima, 25, o momento é descrito como único. “Receber uma Olimpíada, para nós esportistas, é um marco. Tenho certeza que isso será história para meus filhos e netos”, comentou ele.
Ao escutar o barulho do comboio da tocha chegando, um grupo de crianças foi à loucura.

“Olha só os olhos deles. Meu filho, isso não tem preço que se pague. Para essas crianças que jogam bola em um campo qualquer, isso daqui era um sonho. Dá até arrepio tudo isso”, diz a emocionada dona de casa Sônia Aparecida de Camargo, 54 anos.

O pequeno Jean Carlos de Camargo, 7, foi um dos que se emocionaram com a passagem do símbolo.
“Vou pedir para minha mãe imprimir a foto que tirei com um atleta e a tocha”, disse o garoto.
O repórter viajou a convite do Grupo diRoma



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Tocha olímpica inova e desce toboágua de oito metros

Daniel Macário
Do Diário do Grande ABC

07/05/2016 | 07:00


No penúltimo dia da viagem pelo Estado de Goiás, a tocha olímpica passou por um desafio e tanto em sua visita à cidade de Caldas Novas, conhecida por ser o paraíso das águas quentes. Conduzida pelo recreador e professor de dança Leonardo Ala, 21 anos, o símbolo desceu um toboágua de oito metros em um famoso parque aquático do município.

“Treinei mais de 300 vezes essa descida durante o último mês. Fui com roupa e outra vez só de sunga para ver a melhor forma de ela (tocha) não apagar”, relata Ala.

A descida pelo toboágua de 24 metros de comprimento durou menos de dez segundos, mas deixou todo o público da cidade aflito. “Fiquei torcendo para quando ele chegasse no final não deixasse ela apagar”, relata a bancária Ruth Pimenta Lopes, 27 anos.

A tocha, que ontem já havia passado pelas cidades de Trindade, Aparecida de Goiânia, Piracanjuba e Morrinhos, chegou pontualmente às 20h em Caldas Novas. Aproximadamente 500 pessoas aguardavam em frente ao diRoma Acqua Park, ponto de partida do símbolo olímpico pela cidade.

De lá, seguiu para o Centro, onde percorreu outros pontos famosos, como a igreja matriz. Dentre os condutores mais ansiosos estava Fernando Bueno Nishimura, 36. Deficiente intelectual, o condutor foi um dos selecionados pelo Bradesco, patrocinador dos Jogos Olímpicos, para fazer a passagem da tocha.

“Minha mãe me inscreveu e quando soube que iria participar fiquei sem palavras. Sempre amei esportes”, conta, emocionado, Nishimura.

O encerramento da passagem da tocha olímpica pela cidade ocorreu por volta das 22h. A estimativa da organização é que mais de 1.500 pessoas acompanharam a visita pela cidade.

Hoje, o símbolo se despede do solo goiano ao passar pelos municípios de Pires do Rio, Ipameri e Goiandira, quando segue para o segundo Estado brasileiro a receber o símbolo, Minas Gerais – o início foi no Distrito Federal.
A tocha olímpica também marcará presença no Grande ABC no dia 23 de julho. A primeira cidade a recebê-la será São Caetano. Depois, passará por Santo André antes de chegar a São Bernardo, onde pernoitará antes de seguir para São Paulo. 

Cidade goiana se mobiliza durante passagem do símbolo dos Jogos

A passagem da tocha olímpica por Caldas Novas mobilizou a cidade durante todo o dia de ontem. Embora acostumados por ser um dos pontos turísticos mais visitados do Estado de Goiás, moradores aguardaram com ansiedade a passagem do símbolo que representa os Jogos.

“Desde o início da semana estava aguardando por isso. Todos que vinham no meu comércio já comentavam sobre a passagem da tocha. O pessoal parava para ver os banners informativos. Isso vai ficar para a história”, relata o vendedor Rubens Roberto Duarte, 37 anos.

Para o ciclista Joberson Ribeira Lima, 25, o momento é descrito como único. “Receber uma Olimpíada, para nós esportistas, é um marco. Tenho certeza que isso será história para meus filhos e netos”, comentou ele.
Ao escutar o barulho do comboio da tocha chegando, um grupo de crianças foi à loucura.

“Olha só os olhos deles. Meu filho, isso não tem preço que se pague. Para essas crianças que jogam bola em um campo qualquer, isso daqui era um sonho. Dá até arrepio tudo isso”, diz a emocionada dona de casa Sônia Aparecida de Camargo, 54 anos.

O pequeno Jean Carlos de Camargo, 7, foi um dos que se emocionaram com a passagem do símbolo.
“Vou pedir para minha mãe imprimir a foto que tirei com um atleta e a tocha”, disse o garoto.
O repórter viajou a convite do Grupo diRoma

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;