Fechar
Publicidade

Domingo, 17 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Ribeirão muda sessão para vereador usufruir folgas

Montagem/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Trabalhos acontecem às terças-feiras para parlamentares aproveitarem fim de semana, diz Zé Nelson


Vitória Rocha
Especial para o Diário

04/05/2016 | 07:00


Vereadores de Ribeirão Pires novamente mudaram o horário da sessão na Câmara, que tradicionalmente acontecia às segundas-feiras a partir das 14h, para às terças-feiras, no mesmo horário. A justificativa, segundo o presidente da Casa, José Nelson de Barros (PMDB), é dar mais tempo para o parlamentar aproveitar o fim de semana.

“Mudamos para terça-feira porque muitos vereadores viajam aos fins de semana e, com a mudança, podem chegar tranquilamente no domingo, adiantar as coisas na segunda-feira”, afirmou Zé Nelson. “Foi um pedido da maioria (dos parlamentares), não foi uma decisão só minha”. A alteração foi aprovada, na sessão de segunda-feira, por 15 dos 17 parlamentares.

Cada vereador de Ribeirão Pires recebe R$ 10.021,17 por mês. As sessões acontecem uma vez por semana e, quando há feriado, dificilmente o dia de trabalho é transferido. Na semana passada, por exemplo, não houve deliberações por causa da morte

Com essa nova mudança é a sétima vez que o Legislativo troca o horário ou o dia da sessão somente nesta legislatura. Os trabalhos aconteceram em todos os dias da semana – com exceção de sexta-feira – nos mais diversos horários. As justificativas também são variadas: tempo para discutir projetos, melhor acesso à população acompanhar as discussões e economia de gastos com horas extras.

Ferrenho defensor de que os encontros da Câmara aconteçam por volta das 19h, Renato Foresto (PT) foi um dos parlamentares contrários ao projeto de lei. “Todos aqui conhecem a minha posição. Em 2013, realizamos um abaixo-assinado com mais 4.000 assinaturas para que a reunião ocorra às 19h. Estudantes, principalmente os dos ensinos Fundamental e Médio, querem participar, assim como o movimento de mulheres, as donas de casa, e não podem por conta do horário”, opinou. “É uma vergonha essa situação porque parece que os vereadores estão fugindo da população, não querem que ela participe”, afirmou Foresto.

Ribeirão não foi a única cidade que mudou o dia e horário das sessões. A Câmara de Rio Grande da Serra trocou as reuniões de 17h de quarta-feira para as 10h e incomodou a oposição, que afirmou que alteração irá prejudicar o andamento dos trabalhos. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;