Fechar
Publicidade

Domingo, 28 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Venda de carros novos cresce no início de outubro


Alexandre Melo
Do Diário do Grande ABC

20/10/2011 | 07:26


O mercado brasileiro de veículos zero-quilômetro apresentou pequena recuperação, sobre o mau resultado de setembro (- 5%), nas vendas na primeira quinzena de outubro. Foram contabilizados emplacamentos de 152.080 veículos neste mês, incremento de 0,18% sobre o mesmo período do mês anterior e alta de 2,62% na comparação anual. Os segmentos de caminhões e ônibus alavancaram o resultado.

Segundo o balanço divulgado pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores, a venda de caminhões e ônibus teve alta de 4,65% na comparação com a primeira metade de setembro e acréscimo de 23% em relação a igual intervalo de outubro do ano passado. Foram 9.753 unidades comercializadas.

No segmento de automóveis e comerciais leves, que tem fatia de 90% do setor automotivo, o resultado foi 0,11% menor quando comparado ao mês passado. Para o especialista em indústria automobilística da consultoria ADK Automotive Paulo Roberto Garbossa, a recuperação do volume de vendas acontecerá de forma lenta. “Outubro não está tradicionalmente entre os melhores meses do ano. A tendência é que a partir de novembro o cenário fique melhor.”

Essa é a expectativa do gerente de zero-quilômetro da Viamar de São Bernardo, Paulo Wodewotzky. Com 120 unidades comercializadas nos primeiros 15 dias do mês, o gestor avaliou que o desempenho está próximo de setembro. “O mercado está morno nos últimos meses. O fluxo de clientes na concessionária não aumentou. Fizemos feirão no último fim de semana, mas a chuva afugentou o público.”

O endividamento dos consumidores, que ainda está alto, e as medidas do governo para desacelerar o consumo também atingiram o setor. A inadimplência no financiamento de carros subiu de 2,6%, em janeiro, para 4,4%, em setembro.

PREÇO - Levantamento da Agência Autoinforme mostra que a General Motors e a Ford foram as duas únicas grandes montadoras a elevar os preços dos carros novos em setembro. A GM, que tem fábrica em São Caetano, reajustou o preço em 0,81% e a concorrente Ford, instalada em São Bernardo, aumentou em 0,63%.

O resultado das duas ficou acima da média nacional, que fechou o mês passado em queda de 0,21%. Esse resultado garantiu que os carros zero-quilômetro, em geral, acumulassem recuo médio de 0,42% entre janeiro e setembro.

A Volkswagen, cuja unidade de produção fica em São Bernardo, teve redução média de 0,03% nos seus veículos novos. A quarta grande montadora, que não tem planta na região, a Fiat, registrou decréscimo de 0,74% nos seus automóveis. (com AE)



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;