Fechar
Publicidade

Domingo, 5 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Correa defende que Constituinte dissolva Congresso equatoriano


Da AFP

23/06/2007 | 16:07


A Assembléia que redigirá uma nova Carta Política no Equador "vai ter" que dissolver o Congresso, afirmou neste sábado o presidente Rafael Correa, ao questionar a negativa do Legislativo a vários projetos do Executivo.

"Acho que a Assembléia vai ter que dissolver o Congresso porque com este tipo de Congresso não vamos poder fazer nada", disse o presidente em seu programa semanal de rádio.

Correa lembrou que, durante a campanha, propôs que o Legislativo continuasse fiscalizando enquanto a Assembléia legislava, mas que os recentes atos dos deputados o levaram a mudar de opinião.

O presidente criticou severamente os legisladores por bloquear o projeto contra o contrabando de combustíveis, acusando-os de ceder aos interesses das companhias de petróleo e das distribuidoras de gás.

"Como se explica a rejeição do Congresso a uma lei para combater o contrabando, que custa ao país 500 milhões de dólares ao ano. Estão prejudicando o país, estão prejudicando o governo", afirmou o chefe de Estado.

"Peço a todo o povo equatoriano que se mobilize e pressione estes pseudo-representantes para que não atendam aos interesses econômicos, não obedeçam a interesses políticos mesquinhos".

"Entendam os líderes políticos, entendam certos meios de comunicação, entendam certos cidadãos espertos: aqui tem um presidente, que cumprirá suas funções para o bem comum e não se submeterá a qualquer poder político ou econômico", advertiu Correa.

Após seis meses no poder e com o apoio de 67% da população, segundo as pesquisas, Correa se refere à eleição da Assembléia Constituinte como "a mãe de todas as batalhas".

Correa promove uma nova Constituição, de corte socialista, que reforce o papel do Estado na economia e reduza os poderes do Congresso.


Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;