Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 27 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Automóveis

automoveis@dgabc.com.br | 4435-8337

Vendas ultrapassam 2 milhões


Wagner Oliveira
Do Diário do Grande ABC

18/08/2010 | 07:03


As vendas de carros, comerciais leves, caminhões e ônibus ultrapassaram a barreira de 2 milhões ao fim da primeira quinzena deste mês. A marca representa mais um recorde da indústria automobilística, que vem estabelecendo novos parâmetros mês após mês em 2010.

Na sexta-feira, o Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores) atingiu 2.011.800 veículos emplacados. Em comparação com o mesmo período de 2009, quando foram comercializadas 1.847.526, o dado representa crescimento de 8,9%.

No ano passado, a indústria somente rompeu a barreira dos 2 milhões no dia 1º de setembro. Neste mês, ainda tem mais 12 dias úteis de vendas, devendo atingir novo patamar histórico para o mês de agosto.

Com dez dias úteis de vendas, a primeira quinzena deste mês alcançou média diária de 12.986 vendas - alta de 7,4% sobre o resultado obtido em julho e de 15,6% ante o mesmo período de agosto de 2009.

Como frequentemente a segunda quinzena costuma ser bem mais forte que a primeira, a indústria já projeta atingir a marca de 310 mil unidades neste mês.

Em termos de comparação, agosto de 2009 fechou com 258 mil unidades - resultado que já havia sido o recorde para o mês até então.

Para o consultor da Mega Dealer, José Caporal Filho, o mercado vem reagindo bem às promoções feitas pelas montadoras e concessionários, que, segundo ele, reduziram suas margens de lucro para deixar produtos com preços mais atraentes após o fim do desconto do IPI(Imposto sobre Produtos Industrializados).

"Além da proliferação dos feirões, o lançamento de modelos também estimula o consumidor, que está mais confiante com a economia do País e a farta disponibilidade de crédito", afirmou.

A continuar neste ritmo, a indústria deverá alcançar as projeções feitas pela Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores). A entidade prevê encerrar 2010 com 3,4 milhões de unidades comercializadas - crescimento de 8% sobre o ano anterior.

Um mercado interno de 3,4 milhões de veículos deverá confirmar o Brasil na quarta colocação mundial, deixando a quinta posição para a Alemanha, também beneficiada na crise mundial com incentivos do governo para a renovação de frota.

Segundo o consultor da Mega Dealer, as eleições também ajudam a impulsionar as vendas, principalmente, de caminhões e ônibus. O mercado de pesados deve ultrapassar neste ano as 160 mil unidades, projeção que nem mais o otimista dos otimistas se atreveu a fazer no início de 2010.

O mercado de coletivos também já projeta crescimento neste ano, devendo atingir 30 mil ônibus. No ano passado, foram vendidas 22 mil unidades. Cidades aproveitam anos eleitorais para a renovação da frota de urbanos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Vendas ultrapassam 2 milhões

Wagner Oliveira
Do Diário do Grande ABC

18/08/2010 | 07:03


As vendas de carros, comerciais leves, caminhões e ônibus ultrapassaram a barreira de 2 milhões ao fim da primeira quinzena deste mês. A marca representa mais um recorde da indústria automobilística, que vem estabelecendo novos parâmetros mês após mês em 2010.

Na sexta-feira, o Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores) atingiu 2.011.800 veículos emplacados. Em comparação com o mesmo período de 2009, quando foram comercializadas 1.847.526, o dado representa crescimento de 8,9%.

No ano passado, a indústria somente rompeu a barreira dos 2 milhões no dia 1º de setembro. Neste mês, ainda tem mais 12 dias úteis de vendas, devendo atingir novo patamar histórico para o mês de agosto.

Com dez dias úteis de vendas, a primeira quinzena deste mês alcançou média diária de 12.986 vendas - alta de 7,4% sobre o resultado obtido em julho e de 15,6% ante o mesmo período de agosto de 2009.

Como frequentemente a segunda quinzena costuma ser bem mais forte que a primeira, a indústria já projeta atingir a marca de 310 mil unidades neste mês.

Em termos de comparação, agosto de 2009 fechou com 258 mil unidades - resultado que já havia sido o recorde para o mês até então.

Para o consultor da Mega Dealer, José Caporal Filho, o mercado vem reagindo bem às promoções feitas pelas montadoras e concessionários, que, segundo ele, reduziram suas margens de lucro para deixar produtos com preços mais atraentes após o fim do desconto do IPI(Imposto sobre Produtos Industrializados).

"Além da proliferação dos feirões, o lançamento de modelos também estimula o consumidor, que está mais confiante com a economia do País e a farta disponibilidade de crédito", afirmou.

A continuar neste ritmo, a indústria deverá alcançar as projeções feitas pela Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores). A entidade prevê encerrar 2010 com 3,4 milhões de unidades comercializadas - crescimento de 8% sobre o ano anterior.

Um mercado interno de 3,4 milhões de veículos deverá confirmar o Brasil na quarta colocação mundial, deixando a quinta posição para a Alemanha, também beneficiada na crise mundial com incentivos do governo para a renovação de frota.

Segundo o consultor da Mega Dealer, as eleições também ajudam a impulsionar as vendas, principalmente, de caminhões e ônibus. O mercado de pesados deve ultrapassar neste ano as 160 mil unidades, projeção que nem mais o otimista dos otimistas se atreveu a fazer no início de 2010.

O mercado de coletivos também já projeta crescimento neste ano, devendo atingir 30 mil ônibus. No ano passado, foram vendidas 22 mil unidades. Cidades aproveitam anos eleitorais para a renovação da frota de urbanos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;