Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 29 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Água Santa e Palmeiras se encontram em duelo dos desesperados no Interior

Divulgação  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Netuno não vence há seis jogos e está de técnico novo; Cuca ainda não triunfou com Verdão


Felipe Simões
Do Diário do Grande ABC

27/03/2016 | 07:00


O Água Santa recebe o Palmeiras hoje, às 16h, em Presidente Prudente em verdadeiro duelo dos desesperados no Campeonato Paulista. O Netuno vem de troca de técnico – Márcio Ribeiro deu lugar a Márcio Bittencourt –, assim como o Verdão, que tem Cuca no banco de reservas há três partidas após demissão de Marcelo Oliveira. Ambos têm tido maus resultados – os diademenses não vencem há seis jogos (quatro derrotas e dois empates), enquanto os paulistanos perderam as últimas três partidas. Além disso, o ambientes são conturbados, principalmente o do Verdão, que teve de superar invasão dos torcedores no treino de ontem (leia mais ao lado). Ou seja, o revés está fora de cogitação para ambos.

Mas se tem alguém a frente é o Palmeiras. Isso porque Cuca, cobrado pelo desempenho, já conhece melhor o elenco que tem nas mãos e, inclusive, prometeu brigar por título no futuro. “Podemos ser campeões paulistas, buscar a Libertadores e, em um campeonato a longo prazo, que premia a regularidade, prometo ao torcedor que vamos lutar para sermos campeões”, disse o palmeirense.

Já pelo lado do Água Santa, a situação não é a mesma. Ontem, o técnico Márcio Bittencourt fez seu único treino antes do confronto e, apesar de dizer que conhece o potencial do grupo, reconheceu a dificuldade de apresentar algum resultado nesta partida pelo pouco tempo de trabalho.

“É muito difícil porque só temos um treino, mas para o próximo jogo a gente já pode fazer alguma coisa”, admitiu. “São quatro partidas e nós temos de sair dessa zona de rebaixamento. A gente tem de ajudar da melhor maneira possível para motivar e incentivar o grupo. É bem a minha cara”, disse Bittencourt, revelando sua estratégia para mudar o panorama na equipe de Diadema, muito abalada após a derrota (4 a 0) para o Novorizontino. “Estamos embuídos para somar pontos e tirar o Água Santa dessa situação o mais rápido possível”, garantiu o novo treinador do Netuno.

Por ter chegado agora, é provável que Bittencourt mantenha boa parte dos titulares. Roberto deve retornar ao gol e o meia Guaru pode voltar aos 11 iniciais. Pelo lado palmeirense, a lista de desfalques é extensa, principalmente no ataque – Alecsandro, Dudu, Cristaldo, Lucas Barrios e Gabriel Jesus. O ex-Santo André, Vitor Hugo, também é baixa para o duelo por conta de pancada na cabeça. 

Netuno pode faturar até R$ 1 milhão com partida no Interior

Se esportivamente a decisão de levar o jogo diante do Palmeiras para Presidente Prudente é questionável, financeiramente ela não é. Isso porque o Água Santa pode faturar até R$ 1 milhão com a partida.
 
O cálculo é uma média feita pelo Diário com base nos preços dos ingressos – entre R$ 40 e R$ 120 – e na capacidade do Estádio Prudentão, que comporta aproximadamente 46 mil espectadores. O Netuno já tem R$ 300 mil garantidos caso o duelo seja um fracasso de público, o que é improvável, pois o Verdão não atua no local há quase dois anos. Isso porque o mando de campo foi comprado por uma empresa e é espécie de garantia que o clube de Diadema não ficará no prejuízo para atuar longe do Grande ABC. O acordo prevê que a renda líquida, descontados todos os custos operacionais, seja dividida igualmente entre o Netuno e a empresa, podendo cada um faturar R$ 1 milhão se o estádio ficar lotado. 

Organizada vai à Academia para cobrar elenco do Verdão

 Representantes da principal torcida organizada do Palmeiras, a Mancha Alviverde, entraram na Academia de Futebol ontem para pressionar os jogadores e comissão técnica por um melhor desempenho. O time comandado pelo técnico Cuca fazia o último treino, fechado para a imprensa, antes da viagem a Presidente Prudente.
 

O clube reclamou da invasão e disse que irá denunciar o fato à Federação Paulista de Futebol, à Polícia Militar e ao Ministério Público. “O Palmeiras vem a público repudiar a ação da Mancha Verde, que invadiu a Academia de Futebol. Os integrantes forçaram a entrada e atrapalharam o último treino da equipe antes da partida contra o Água Santa”, anunciou.


Segundo o Palmeiras, todo torcedor tem direito de vaiar ou cobrar o elenco, desde que não aja com violência. Entretanto, o clube diz que reuniões com o elenco e comissão técnica são prerrogativas exclusivas da diretoria. 


Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;