Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 27 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Jogadores brasileiros culpam desatenção por empate com o Uruguai



26/03/2016 | 00:25


A seleção brasileira deixou a Arena Pernambuco com um gosto amargo de derrota, apesar do placar ter sido 2 a 2 com o Uruguai, na noite desta sexta-feira, pelas Eliminatórias Sul-Americanas da Copa de 2018. Ao final da partida, os brasileiros admitiram que a falta de atenção após o segundo gol do time nacional fez a diferença de forma negativa para a equipe de Dunga.

"Achei que quando abrimos 2 a 0, tínhamos o jogo na mão e vacilamos na marcação do primeiro gol do Uruguai. Colocamos eles de volta no jogo e, quando conseguiram o empate, se fecharam e jogaram no contra-ataque. Nosso grande erro foi levar o primeiro gol", analisou o meia Renato Augusto, um dos destaques do time brasileiro.

O goleiro Alisson, que fez pelo menos duas grandes defesas e evitou a derrota, acredita que tenha faltado tranquilidade para saber administrar a vitória por dois gols de diferença. "A gente começou muito bem, mas fizemos o gol cedo. Talvez faltou um pouco de tranquilidade para controlar o jogo. Eles jogam atrás, por uma bola, um vacilo. Tomamos o gol que não podíamos ter tomado. Infelizmente, não deu para sair com a vitória", lamentou.

Com o resultado, o Brasil se manteve na terceira colocação com oito pontos, enquanto o Uruguai é o segundo colocado, com dez. O time comandado por Dunga volta a campo na terça-feira, para encarar o Paraguai, em Assunção. O atacante Neymar, suspenso pelo segundo cartão amarelo, cumpre suspensão.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;