Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 25 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Atila se filia ao PSB e escanteia Volpi


Júnior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

16/03/2016 | 07:00


Deputado estadual e pré-candidato ao Paço de Mauá, Atila Jacomussi decidiu trocar o PCdoB pelo PSB, após alguns meses de suspense e negociações por acordo. O ingresso de Atila no PSB foi acertado ontem, com aval do presidente paulista da legenda e também vice-governador de São Paulo, Márcio França. A filiação do parlamentar à sigla socialista deve atrair apoio irrestrito do PSDB, complicando ainda mais a já incerta candidatura do ex-prefeito de Ribeirão Pires Clóvis Volpi (PSDB) à sucessão do prefeito Donisete Braga (PT) em outubro.

Apesar de o PCdoB ter elencado a candidatura do parlamentar como prioridade do partido às eleições municipais no País, a troca visa atrair adesão do Palácio dos Bandeirantes a seu projeto eleitoral. Atila mira que o governador Geraldo Alckmin (PSDB) esteja em seu palanque para o confronto direto com o petismo na cidade.

A candidatura de Volpi já vinha perdendo força no ninho tucano devido ao pífio desempenho do ex-gestor em pesquisas internas do partido. Para completar, no mês passado Volpi entrou em rota de colisão com o presidente estadual do PSDB, Pedro Tobias, chamando o correligionário de “inconsequente”, pelo fato de a cúpula do tucanato ter flertado com o projeto de Atila.

A ida do deputado ao PSB tira o partido, após quase oito anos, do arco de alianças do PT mauaense. Desde a última gestão do ex-prefeito Oswaldo Dias (PT, 2009-2012), socialistas têm participado dos governos petistas. Até o início de março, a legenda tinha o comando de duas secretarias na gestão Donisete (Habitação e Segurança Pública). No fim do ano passado, movimentação do chefe do Executivo no primeiro escalão beneficiou novamente o PSB. Donisete nomeou o vereador Paulo Suares (PT) para o comando da Sama (Saneamento Básico do Município de Mauá), abrindo a segunda cadeira para os socialistas no Legislativo.

VIDA PARTIDÁRIA
Será a quinta troca partidária desde que Atila iniciou sua carreira política, em 2004 – e sua segunda passagem pelo PSB. Naquele ano, o hoje deputado estadual venceu sua primeira eleição para vereador pelo PPS. Dois anos depois, acabou ficando sem espaço na legenda popular-socialista com a chegada do então deputado federal e hoje vereador Wagner Rubinelli (que saiu do PT e hoje está de volta ao petismo) e migrou para o PSB. Acabou se filiando ao PV para disputar a reeleição em 2008. Para o pleito de 2012, Atila retornou ao PPS – ficou na terceira colocação e apoiou Donisete no segundo turno, no confronto com a também parlamentar paulista Vanessa Damo (PMDB). Em 2013, Atila escolheu o PCdoB para brigar por vaga na Assembleia Legislativa. Hoje, após passar pelo governo Donisete, Atila recebe apoio de Vanessa e, em troca, escolhe o marido da parlamentar, José Carlos Orosco Júnior (PMDB), para ocupar o cargo de vice em sua chapa. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;