Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 27 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

BB tem mais R$ 300 milhões de verba para construção



29/04/2004 | 00:03


O Banco do Brasil vai poder contar com mais R$ 300 milhões para aplicar no financiamento de material de construção. O desembolso de novos recursos para o BB foi aprovado nesta quarta-feira pelo Codefat (Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador). Ao todo, o Codefat aprovou a destinação de R$ 450 milhões, sendo R$ 150 milhões para o Proger (Programa de Geração de Emprego e Renda Urbano), administrado pela Caixa Econômica Federal. Mais R$ 196 milhões foram destinados ao pagamento do abono salarial do PIS/PASEP, que sofreu um aumento de demanda neste ano.

Para financiar material de construção, o BB já recebeu R$ 500 milhões, além dos R$ 300 milhões aprovados nesta quarta-feira. O programa foi um sucesso na instituição, daí os sucessivos pedidos de suplementação de recursos para o FAT-material de construção. Na primeira vez, a liberação de recursos foi da ordem de R$ 200 milhões. Idêntico valor foi liberado para a Caixa Econômica Federal no ano passado. Ao contrário do BB, a Caixa não solicitou mais recursos, uma vez que dispõe de outras fontes para fomentar o crédito, como o FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) para a manutenção do programa.

Para clientes – No BB é preciso ser cliente para ter acesso ao crédito. O limite de financiamento varia de R$ 100 a R$ 10 mil por pessoa, dependendo da renda. O crédito é pré-aprovado e seu limite já consta do cartão. Basta o interessado se dirigir a uma loja de material de construção e fazer a compra à vista até o montante do crédito. O prazo para o pagamento é de 24 meses e a taxa de juros, de 1,98% ao mês.

Além da liberação de recursos, o Codefat aprovou nesta quarta-feira modificações nas regras do FAT-habitação, que destina recursos para a construção de imóveis na planta, aquisição de imóveis novos e usados e construção individual. A dotação de recursos para cada programa foi flexibilizada de tal forma a garantir mais recursos para a aquisição de imóveis novos, que asseguram a geração de empregos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;