Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 24 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

'Terra Nostra' emociona em seu capítulo de estréia


Do Diário do Grande ABC

20/09/1999 | 23:02


Uma novela "pertutti", ou para todos. Nao é só a colônia italiana que deve ter se emocionado com o primeiro capitulo de "Terra Nostra", nova novela das 8h da Globo, que estreou nesta segunda-feira. O drama dos italianos que fugiram para o Brasil em busca de uma vida melhor foi retratado com emoçao no primeiro capitulo da trama de Benedito Ruy Barbosa.

Mesclando cenas da época, retiradas de arquivo e do primeiro filme dos irmaos Lumiéri, os inventores do cinema, com as milionárias tomadas feitas na Inglaterra (que custaram á Globo R$ 1,2 milhao), o diretor Jayme Monjardim soube dar dimensao ao texto sempre profundo e carregado de emoçao de Ruy Barbosa.

A intençao de "Terra Nostra" fica clara já no primeiro capítulo: recontar um século da história do Brasil pelo ponto de vista do povo. E o elenco entendeu bem o espirito. Marcantes, as pequenas participaçoes de Bete Mendes e Gianfrancesco Guarnieri.

O jovem casal de protagonistas também começou bem. Ana Paulo Arosio venceu o desafio de "enterrar" Hilda Furacao (personagem da minisérie de mesmo nome que a trouxe a Globo) e encarnou a bela Juliana que fica orfa antes mesmo de chegar ao Brasil.

Thiago Lacerda também mostrou segurança por estar protagonizando uma novela das 8h com apenas dois anos de carreira. Além de formar um belo casal com Ana Paula, esse jovem ator de 21 anos mostra que tem talento.

Antônio Fagundes é mais uma vez um fazendeiro e apesar de a época ser outra é impossível nao comparar o personagem Gumercindo com o José Inocêncio, de "Renascer", ou com Bruno Mezenga, de "O rei do Gado", ambas do mesmo autor.

Na cidade, Raul Cortez encarnou o típico imigrante que deu certo e virou um bem sucedido industrial. O personagem Francesco foi baseado na história da família Matarazzo, de Sao Paulo. E aí a Globo pecou feio. Tanto cuidado com o sotaque dos italianos e nenhum com o da família de Francesco. O "carioquês" de Janete (Angela Vieira) e Marco Antônio (Marcello Antony) destoou.

Fotografia, trilha sonora e iluminaçao impecáveis, dignas de superproduçao. Mas o trunfo de benedito Ruy Barbosa é mesmo a emoçao, e cada brasileiro deve se identificar com os personagens de Terra Nostra", que deve superar de longe o fiasco que foi a sua antecessora, "Suave Veneno", e finalmente levantar o Ibope do horário. Como tanto espera a Rede Globo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

'Terra Nostra' emociona em seu capítulo de estréia

Do Diário do Grande ABC

20/09/1999 | 23:02


Uma novela "pertutti", ou para todos. Nao é só a colônia italiana que deve ter se emocionado com o primeiro capitulo de "Terra Nostra", nova novela das 8h da Globo, que estreou nesta segunda-feira. O drama dos italianos que fugiram para o Brasil em busca de uma vida melhor foi retratado com emoçao no primeiro capitulo da trama de Benedito Ruy Barbosa.

Mesclando cenas da época, retiradas de arquivo e do primeiro filme dos irmaos Lumiéri, os inventores do cinema, com as milionárias tomadas feitas na Inglaterra (que custaram á Globo R$ 1,2 milhao), o diretor Jayme Monjardim soube dar dimensao ao texto sempre profundo e carregado de emoçao de Ruy Barbosa.

A intençao de "Terra Nostra" fica clara já no primeiro capítulo: recontar um século da história do Brasil pelo ponto de vista do povo. E o elenco entendeu bem o espirito. Marcantes, as pequenas participaçoes de Bete Mendes e Gianfrancesco Guarnieri.

O jovem casal de protagonistas também começou bem. Ana Paulo Arosio venceu o desafio de "enterrar" Hilda Furacao (personagem da minisérie de mesmo nome que a trouxe a Globo) e encarnou a bela Juliana que fica orfa antes mesmo de chegar ao Brasil.

Thiago Lacerda também mostrou segurança por estar protagonizando uma novela das 8h com apenas dois anos de carreira. Além de formar um belo casal com Ana Paula, esse jovem ator de 21 anos mostra que tem talento.

Antônio Fagundes é mais uma vez um fazendeiro e apesar de a época ser outra é impossível nao comparar o personagem Gumercindo com o José Inocêncio, de "Renascer", ou com Bruno Mezenga, de "O rei do Gado", ambas do mesmo autor.

Na cidade, Raul Cortez encarnou o típico imigrante que deu certo e virou um bem sucedido industrial. O personagem Francesco foi baseado na história da família Matarazzo, de Sao Paulo. E aí a Globo pecou feio. Tanto cuidado com o sotaque dos italianos e nenhum com o da família de Francesco. O "carioquês" de Janete (Angela Vieira) e Marco Antônio (Marcello Antony) destoou.

Fotografia, trilha sonora e iluminaçao impecáveis, dignas de superproduçao. Mas o trunfo de benedito Ruy Barbosa é mesmo a emoçao, e cada brasileiro deve se identificar com os personagens de Terra Nostra", que deve superar de longe o fiasco que foi a sua antecessora, "Suave Veneno", e finalmente levantar o Ibope do horário. Como tanto espera a Rede Globo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;