Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 22 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Turismo

turismo@dgabc.com.br | 4435-8367

João Pessoa: onde o sol nasce primeiro


Fabiana Chiachiri
Do Diário do Grande ABC

01/03/2001 | 11:00


O Estado da Paraíba possui pelo menos uma vantagem sobre os demais paraísos do Nordeste brasileiro: é ali que se tem o privilégio de ver o sol nascer primeiro. A Ponta do Seixas, em Cabo Branco, litoral urbano da capital, João Pessoa, é o chamado Ponto Extremo Oriental das Américas. Essa posição torna o Estado a porta do sol no continente durante todos os dias do ano.

Quem desfruta de tamanha concessão da natureza tem de fazer por merecê-la. Na praia fluvial do Jacaré, em Cabedelo, região metropolitana de João Pessoa, o pôr-do-sol é reverenciado em grande estilo. Foi lá que se descobriu, há cerca de 15 anos, que os últimos 17 minutos do crepúsculo casavam simultaneamente com a música Bolero, de Ravel. Desde então, o clássico da obra do compositor Maurice Ravel tornou-se prenúncio do fim de mais um dia ensolarado na paradisíaca Paraíba.

As praias urbanas de João Pessoa ainda conservam, em sua maioria, características selvagens. De Bessa a Barra do Guamame, onde a natureza já se encarrega de ser a principal atração, não faltam opções aos turistas. Na de Bessa, as águas límpidas, a areia clara, o mar calmo e o vento brando somam-se ao mundo submarino dessa região, que reserva surpresas e desperta a curiosidade dos visitantes.

Em Picãozinho e Areia Vermelha, as falésias e composições rochosas são o destaque. Outro atrativo das duas praias são os corais, que formam piscinas naturais de águas transparentes, tornando possível observar de perto os peixes multicoloridos que habitam o local.

No litoral sul da Paraíba, a interação do urbano com o rústico fica ainda mais evidente. Em Coqueirinho e Tambaba, a natureza privilegiada tem presença mais forte. Tambaba, além de ser uma das mais belas praias brasileiras, é a única destinada à prática do nudismo no Nordeste.

De acordo com estudos realizados pela PBTUR (Empresa Paraibana de Turismo), João Pessoa tem a maior área verde por habitante do país. Um dos principais símbolos do verde da capital paraibana é o Parque Solon de Lucena, localizado bem no centro de João Pessoa, cuja lagoa se transformou em referência internacional do turismo paraibano.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;