Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 30 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Governo americano critica concessoes feitas pela Microsoft


Do Diário do Grande ABC

18/05/2000 | 09:42


O governo norte-americano considerou, na quarta-feira, que as concessoes feitas pela Microsoft, condenada com base na lei antitruste norte-americana, que combate o monopólio do mercado, ``nao eram nem sérias nem razoáveis'', em resposta às propostas do grupo.

``A Microsoft propôs sançoes superficiais, que nao teriam virtualmente nenhum significado do ponto de vista da concorrência'', afirmaram o Departamento de Justiça e 17 Estados, num documento de cerca de 70 páginas entregue ao juiz Thomas Jackson.

``Nao reparariam o prejuízo infligido pela Microsoft à concorrência, nem os impediria de utilizar ilegalmente seu monopólio para infligir sérios prejuízos no futuro'', opinaram as autoridades no documento.

No final de abril, o governo norte-americano decidiu pela divisao do grupo Microsoft em duas empresas. As propostas da empresa número um do mundo em programas de informática foi apresentada na quarta-feira passada, para tentar evitar a divisao.

A Microsoft se propôs a modificar suas práticas comerciais, deixando de lado a prática de condicionar a concessao de licenças de fabricaçao apenas às empresas que se comprometessem a equipar seus produtos com o sistema operacional Windows.

A Microsoft pediu também que as audiências sobre as sançoes sejam adiadas para o começo de dezembro. ``Nao há legítima necessidade para um prazo'', criticaram, no entanto, o Departamento de Justiça e os Estados. ``É um esforço evidente para atrasar a determinaçao e a aplicaçao de sançoes pelo maior tempo possível'' afirmaram no documento.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;