Fechar
Publicidade

Domingo, 18 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Banco do Povo Crédito Solidário cresce 40% neste ano


Leone Farias
Do Diário do Grande ABC

07/06/2009 | 08:06


O Banco do Povo Crédito Solidário, que tem sede em Santo André e opera também em Mauá, Ribeirão Pires, São Bernardo e Diadema, vem em forte expansão, apesar da turbulência financeira internacional.

De janeiro a maio, a entidade emprestou R$ 1,19 milhão, alta de 40% em relação aos R$ 849 mil nos primeiros cinco meses de 2008. O número de contratos acompanhou esse ritmo. Foram 1.048 neste ano, frente aos 803 do mesmo período do ano passado.

Um dos segredos dessa forte expansão, segundo o gerente executivo, Almir da Costa Pereira, é a aposta nos grupos solidários. Trata-se de uma sistemática, em que a instituição estimula - via agentes de crédito que vão conhecer os negócios e orientar as pessoas - a reunião de vários empreendedores (de quatro até sete), em que uns avalizam o empréstimo dos outros. "Na dificuldade de um, os outros pagam", explicou Pereira.

A experiência do compromisso solidário foi iniciada em novembro de 2007. Atualmente, mais de 70% dos contratos já são por esse sistema.

A taxa de juros (3,9% ao mês) nem é tão baixa, perto da oferecida por outra instituição do segmento - o Banco do Povo Paulista, do governo estadual, que cobra 1% ao mês.

No entanto, o gerente destacou o foco local. "Vamos de fato às comunidades e as pessoas nos têm como parceiros, numa relação de confiança", avaliou.

A instituição de Santo André conta com recursos emprestados do BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social), do Itaú. E está prestes a firmar acordo com a Caixa Econômica Federal, também com a finalidade de emprestar para o microempreendedor.

PAULISTA
Enquanto o Banco do Povo Crédito Solidário teve forte crescimento, o Banco do Povo Paulista viu seus resultados caírem na região. Do total de R$ 260,4 mil financiados nos primeiros cinco meses do ano passado, foram R$ 246,6 mil no mesmo período deste ano, queda de 5%. O número de contratos também caiu (11%), de 81 de janeiro a maio de 2008 para 72 neste ano.

O diretor executivo, Antonio Mendonça, creditou a queda à crise financeira, que teria deixado o empreendedor mais cauteloso. Ele reconheceu que o número não é satisfatório. "Há o desafio de chegar mais próximo da população. Mas temos capacidade financeira e vamos fazer ações locais para facilitar o acesso ao crédito", afirmou. Segundo ele, são R$ 120 milhões disponíveis para 2009 em todo o Estado (a entidade opera em 425 municípios). No ano passado, foram emprestados R$ 80 milhões.

Serviço: Banco do Povo Paulista; Endereço (em São Bernardo: Rua Nicolau Filizola, 100, Centro. Telefone: 2833-8238. Site: bancodopovo.sp.gov.br. Banco do Povo Crédito Solidário, Avenida Artur de Queiroz, 680,Santo André. Telefone 4979-5219.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Banco do Povo Crédito Solidário cresce 40% neste ano

Leone Farias
Do Diário do Grande ABC

07/06/2009 | 08:06


O Banco do Povo Crédito Solidário, que tem sede em Santo André e opera também em Mauá, Ribeirão Pires, São Bernardo e Diadema, vem em forte expansão, apesar da turbulência financeira internacional.

De janeiro a maio, a entidade emprestou R$ 1,19 milhão, alta de 40% em relação aos R$ 849 mil nos primeiros cinco meses de 2008. O número de contratos acompanhou esse ritmo. Foram 1.048 neste ano, frente aos 803 do mesmo período do ano passado.

Um dos segredos dessa forte expansão, segundo o gerente executivo, Almir da Costa Pereira, é a aposta nos grupos solidários. Trata-se de uma sistemática, em que a instituição estimula - via agentes de crédito que vão conhecer os negócios e orientar as pessoas - a reunião de vários empreendedores (de quatro até sete), em que uns avalizam o empréstimo dos outros. "Na dificuldade de um, os outros pagam", explicou Pereira.

A experiência do compromisso solidário foi iniciada em novembro de 2007. Atualmente, mais de 70% dos contratos já são por esse sistema.

A taxa de juros (3,9% ao mês) nem é tão baixa, perto da oferecida por outra instituição do segmento - o Banco do Povo Paulista, do governo estadual, que cobra 1% ao mês.

No entanto, o gerente destacou o foco local. "Vamos de fato às comunidades e as pessoas nos têm como parceiros, numa relação de confiança", avaliou.

A instituição de Santo André conta com recursos emprestados do BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social), do Itaú. E está prestes a firmar acordo com a Caixa Econômica Federal, também com a finalidade de emprestar para o microempreendedor.

PAULISTA
Enquanto o Banco do Povo Crédito Solidário teve forte crescimento, o Banco do Povo Paulista viu seus resultados caírem na região. Do total de R$ 260,4 mil financiados nos primeiros cinco meses do ano passado, foram R$ 246,6 mil no mesmo período deste ano, queda de 5%. O número de contratos também caiu (11%), de 81 de janeiro a maio de 2008 para 72 neste ano.

O diretor executivo, Antonio Mendonça, creditou a queda à crise financeira, que teria deixado o empreendedor mais cauteloso. Ele reconheceu que o número não é satisfatório. "Há o desafio de chegar mais próximo da população. Mas temos capacidade financeira e vamos fazer ações locais para facilitar o acesso ao crédito", afirmou. Segundo ele, são R$ 120 milhões disponíveis para 2009 em todo o Estado (a entidade opera em 425 municípios). No ano passado, foram emprestados R$ 80 milhões.

Serviço: Banco do Povo Paulista; Endereço (em São Bernardo: Rua Nicolau Filizola, 100, Centro. Telefone: 2833-8238. Site: bancodopovo.sp.gov.br. Banco do Povo Crédito Solidário, Avenida Artur de Queiroz, 680,Santo André. Telefone 4979-5219.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;