Fechar
Publicidade

Sábado, 14 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Rio: policiais recebem R$ 500 de gratificaçao


Do Diário do Grande ABC

19/10/2000 | 00:11


No dia em que morreu mais um cabo da Polícia Militar, 3.085 policiais civis e militares do Estado do Rio receberam quarta-feira um prêmio no valor de R$ 500, cada, por causa da reduçao, no mês de agosto, do índice de criminalidade na área em que atuam. A medida substitui a chamada "gratificaçao faroeste", aplicada de 1995 a 1998, que premiava policiais por supostos atos de bravura.

Esta gratificaçao foi extinta porque ficou comprovado que, enquanto vigorou, houve uma duplicaçao do número de civis mortos em confronto com policiais. Essa gratificaçao, que elevava salários em até 150%, continuou sendo paga até maio de 2000 a seis mil policiais que a tinham incorporado ao salário.

Com a morte, quarta de manha, do cabo José César Oliveira da Silva, que havia sido baleado na barriga ao reagir a um assalto e estava internado desde sexta-feira no Hospital da PM, chega a 81 o número oficial de policiais mortos. Segundo Quintal, "cada assassinato de policial será respondido". Segundo ele, o delegado Pedro Paulo de Abreu, da Força Tarefa da Secretaria da Segurança, foi "especialmente destacado" para investigar os crimes.

Os policiais civis e militares premiados quarta-feira integram cinco áreas de segurança pública compostas por cinco Batalhoes da PM e 21 delegacias. O custo total da premiaçao foi de R$ 1,5 milhao.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Rio: policiais recebem R$ 500 de gratificaçao

Do Diário do Grande ABC

19/10/2000 | 00:11


No dia em que morreu mais um cabo da Polícia Militar, 3.085 policiais civis e militares do Estado do Rio receberam quarta-feira um prêmio no valor de R$ 500, cada, por causa da reduçao, no mês de agosto, do índice de criminalidade na área em que atuam. A medida substitui a chamada "gratificaçao faroeste", aplicada de 1995 a 1998, que premiava policiais por supostos atos de bravura.

Esta gratificaçao foi extinta porque ficou comprovado que, enquanto vigorou, houve uma duplicaçao do número de civis mortos em confronto com policiais. Essa gratificaçao, que elevava salários em até 150%, continuou sendo paga até maio de 2000 a seis mil policiais que a tinham incorporado ao salário.

Com a morte, quarta de manha, do cabo José César Oliveira da Silva, que havia sido baleado na barriga ao reagir a um assalto e estava internado desde sexta-feira no Hospital da PM, chega a 81 o número oficial de policiais mortos. Segundo Quintal, "cada assassinato de policial será respondido". Segundo ele, o delegado Pedro Paulo de Abreu, da Força Tarefa da Secretaria da Segurança, foi "especialmente destacado" para investigar os crimes.

Os policiais civis e militares premiados quarta-feira integram cinco áreas de segurança pública compostas por cinco Batalhoes da PM e 21 delegacias. O custo total da premiaçao foi de R$ 1,5 milhao.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;